Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Accor regista forte recuperação para níveis pré-pandemia

Os resultados do Grupo Accor evidenciam uma recuperação significativa no primeiro semestre de 2022, após dois anos de grandes interrupções relacionadas à pandemia no setor de turismo e hospitalidade. O grupo registou um receita no primeiro semestre de 2022 de € 1.725 milhões, o que significa um aumento de 97% em comparação com o primeiro semestre de 2021.

No segundo trimestre de 2022, a atividade recuperou para níveis próximos, se não superiores, aos níveis de 2019 em quase todos os territórios, revela o gigante da hotelaria, em comunicado. A exceção é a China, que ainda está impactada pelas restrições de viagem, e o Sudeste Asiático, que é “altamente dependente de visitantes chineses”.

Segundo a Accor, a recuperação reflete tanto a recuperação do número de hóspedes domésticos de negócios e lazer, quanto as reaberturas de fronteiras que aceleraram o retorno de viajantes internacionais. Foi acompanhado por um forte aumento dos preços, impulsionado pela procura e acentuado pela inflação.

Durante o primeiro semestre de 2022, a Accor inaugurou 85 hotéis, representando 11.700 quartos, ou seja, crescimento líquido do sistema de 1,8% nos últimos 12 meses. No final de junho de 2022, o Grupo tinha uma carteira hoteleira de 777.945 quartos (5.300 hotéis) e um pipeline de 212.000 quartos (1.215 hotéis).

Sébastien Bazin, presidente e CEO da Accor, disse: “Mais uma vez neste trimestre, a Accor relatou um crescimento muito forte nos negócios, superando os níveis pré-crise pela primeira vez. Isso marcou uma recuperação em todas as regiões e para todas as nossas marcas. O verão confirmará essas tendências e o outono promete ser forte com a retomada dos grandes seminários e convenções. Não obstante, o Grupo mantém-se atento à evolução da conjuntura geopolítica e económica. Nesta fase, o Grupo deverá apresentar um forte crescimento do EBITDA, com uma meta de mais de 550 milhões de euros para todo o ano de 2022”.

Para 2022, o Grupo confirma a sua previsão de crescimento unitário líquido da rede na ordem dos 3,5%.

Por atividade, o crescimento da receita está dividido entre um aumento de 119% para HotelServices e 57% para Hotel Assets & Other. A HotelServices, que inclui taxas de Management & Franchise (M&F) e Serviços para Proprietários, registou € 1.276 milhões em receita, um aumento de 119% em comparação ao primeiro semestre de 2021 (queda de 12% em relação ao primeiro semestre de 2019). Este aumento reflete a significativa recuperação verificada no primeiro semestre do ano.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img