Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

SIGA-NOS:

AHP sobre novas medidas: “São a alternativa possível a um ainda mais duro encerramento”

Apesar de compreender que as novas medidas anunciadas pelo Governo de alargar de tornar obrigatória a apresentação do Certificado Digital Covid ou teste negativo para entrar num empreendimento turístico têm como objetivo “permitir maior mobilidade, sem comprometer a saúde pública, a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) critica o timing da sua aplicação.

Em comunicado, a associação sublinha que o anúncio destas medidas, “que trazem claro agravamento da operação no caso do alojamento turístico, não pode ser feito na véspera da sua entrada em vigor”. Para o presidente da AHP, Raul Martins: É lamentável que, no caso do alojamento, estas medidas que são novas e inesperadas, não tenham sido anunciadas com tempo para a sua preparação. Embora venham a entrar na normalidade no futuro, já o percebemos, há que cuidar, em primeiro lugar, de garantir que os estabelecimentos estão preparados para a sua aplicação, posto que tal exige uma logística que tem de ser montada. Não apenas temos de perceber como é feito o registo da prova dos testes, como, caso dos nossos hóspedes não virem munidos de teste ou certificado, onde e como é feito o auto-teste, adquiri-los e disponibilizar um funcionário para verificar a auto-testagem. E os estabelecimentos são distintos e as condições que reúnem não são iguais. Ainda há muitas dúvidas e deveria haver tempo para estudar o novo regime e esclarecê-las”. No entanto, Raul Martins diz esperar que sejam “medidas que se mantenham sem alterações” e explica porquê: “Vamos agora adquirir testes em grande quantidade é para que possam servir de facto para garantir liberdade de circulação e segurança não só aos nossos turistas, mas também aos empresários e colaboradores da hotelaria. São a alternativa possível a um ainda mais duro encerramento.”

E o presidente da AHP conclui: “a nossa expectativa é que estas medidas venham a ser o prenúncio da abertura de todas as atividades de animação, cultura e eventos corporativos e outros, que têm estado totalmente parados e que são parte fundamental da oferta turística”.

A AHP recorda que, quem não for portador de Certificado Digital, é dada a oportunidade de, mediante teste negativo (autoteste incluído, entre outras modalidades), poder também aceder aos restaurantes dos hotéis, uma vez que até aqui só os hóspedes é que podiam fazê-lo a partir das 15h30 aos fins-de-semana e feriados. O autoteste é realizado pelo próprio utente à porta do estabelecimento, com supervisão de uma pessoa do estabelecimento, no caso de serviço de refeições no interior, estando tal procedimento dispensado nas esplanadas.

Raul Martins reforça que, “neste contexto pandémico, é essencial garantir a segurança máxima aos cidadãos e o certificado e o teste negativo são as melhores ferramentas que dispomos até o processo de vacinação ficar concluído. A hotelaria estará sempre disponível para apoiar e queremos garantir aos nossos hóspedes, nacionais e estrangeiros, que, como até agora, os nossos empreendimentos estão totalmente preparados para garantir o melhor e mais seguro serviço”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img