Sexta-feira, Agosto 12, 2022
Sexta-feira, Agosto 12, 2022

SIGA-NOS:

ARAC reunida em Assembleia Geral

A Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor (ARAC) realizou uma Assembleia Geral Ordinária, no passado dia 21 de março, nas suas instalações em Lisboa, tendo como pontos de análise a discussão e aprovação do Relatório do Conselho Diretor e das Contas referentes ao exercício de 2021 e do Parecer do Conselho Fiscal e, ainda, a discussão e aprovação do Plano de Atividades e Orçamento para 2022, apresentados pelo Conselho Diretor, bem como o Parecer do Conselho Fiscal sobre estes dois últimos documentos.

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral (Armando Leite Santos), o Presidente do Conselho Diretor (Paulo Moura) e o Secretário-Geral (Joaquim Robalo de Almeida) realçaram e abordaram de forma sucinta o trabalho realizado em 2021 e os objetivos para 2022. Destacaram o reforço da atuação e afirmação da ARAC enquanto parceiro social, quer pela qualidade das suas propostas, quer pela sua capacidade de inovação e agregação de esforços com demais parceiros sociais.

Na Assembleia Geral destacaram, ainda, a promoção e valorização da imagem da ARAC enquanto entidade nacional representativa da atividade da mobilidade sem condutor, o lançamento de novos serviços de apoio aos associados e membros aliados e o incremento do número de reuniões associativas (com respeito pelas condições impostas pela pandemia).

A continuação da aposta na formação profissional dos trabalhadores do setor, os quais constituem o maior dos ativos de cada empresa; o acompanhante da recuperação económica iniciada em 2021, após uma crise de grande dimensão; e a descarbonização da frota e incremento do número de veículos 100% elétricos e híbridos plug-in, também mereceram destaque.

Outro dos temas abordados foi a revisão dos diplomas legais que regulamentam as atividades representadas pela ARAC (rent-a-car, rent-a-cargo, sharing e renting), de modo a adequá-los aos novos tempos, tendo em atenção a digitalização, sustentabilidade, descarbonização e cada vez melhor atendimento e proximidade com o cliente.

Concomitantemente, abordaram o combate ao aluguer clandestino de viaturas; a procura de apoios financeiros ao desenvolvimento das atividades representadas pela ARAC, nomeadamente para a digitalização e eletrificação das frotas; a proposta de revisão da tributação dos veículos afetos á atividade de rent-acar em sede de ISV – Imposto sobre Veículos e IUC – Imposto Único de Circulação.

Também mereceu especial enfoque o acompanhamento dos dossiers em curso na União Europeia respeitantes às atividades de locação de meios de mobilidade com especial destaque para: Direitos dos Consumidores / A New Deal for Consumers; a regulação das relações entre plataformas e prestadores de serviços; a Infrações de trânsito transfronteiriças / Cross border traffic fines; e Mobility as a Service.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img