Terça-feira, Junho 15, 2021
Terça-feira, Junho 15, 2021

SIGA-NOS:

Aviões supersónicos não têm lugar no futuro, diz Willie Walsh

Os aviões supersónicos não têm lugar no futuro, considera Willie Walsh, diretor geral da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) e ex-CEO da British Airways, acrescentando que não os compraria se ainda dirigisse uma companhia aérea, rejeitando o plano da United Airlines de trazê-los de volta.

As viagens de passageiros supersónicos morreram com saída do Concorde em 2003, mas a United Airlines anunciou no início de junho um acordo para a compra de 15 aviões supersónicos Overture da Boom.

“Assistiremos com interesse, mas não, eu não compraria”, disse Walsh numa conferência aérea na passada quinta-feira. “Não estou convencido de que o transporte supersónico seja a medida certa no futuro”, citado pela Reuters.

“Tive a sorte de poder observar a rentabilidade do Concorde antes de ingressar na British Airways … Não foi uma operação lucrativa”, acrescentou.

+1
-PUB-

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img

Mais lidas