Sexta-feira, Abril 12, 2024
Sexta-feira, Abril 12, 2024

SIGA-NOS:

Barcelona aumenta taxa turística a partir de abril

A cidade mais visitada de Espanha aumentou a sua nova taxa turística, que entrará em vigor a partir de 1 de abril de 2024. Os turistas em Barcelona terão agora de pagar a taxa turística, que passou de 2,75 euros para 3,25 euros, representando um aumento de 18%, ou seja, um acréscimo de 0,50 euros no preço.

Além da taxa municipal, a Euronews reportou que os turistas que se deslocam a Barcelona terão também de pagar a taxa regional, a qual varia conforme o tipo de alojamento.

O imposto regional pode variar entre € 1,70 e € 3,50 por noite, dependendo do tipo de acomodação escolhida pelos visitantes. Por exemplo, os hóspedes em hotéis de quatro estrelas terão de pagar 1,70 euros, enquanto o valor para quem opta por alojamento de aluguer é de 2,25 euros e para os hotéis de cinco estrelas é de 3,50 euros.

Os passageiros de cruzeiros que permanecem meio dia na cidade devem pagar 3 euros à região, enquanto aqueles que ficam por um dia devem pagar 2 euros.

Por outro lado, a taxa municipal, válida para estadias de uma a sete noites consecutivas, teve um aumento de 0,50 euros, passando de 2,75 euros para 3,25 euros em abril de 2024. Comparativamente, no mesmo período do ano anterior (abril de 2023), o aumento foi de 1,00 euro, indicando um aumento de 85% ou 1,5 euros no preço da taxa turística ao longo de dois anos.

Colocando os preços em perspetiva, os visitantes de Barcelona pagarão 6,75 euros por noite, incluindo tanto a taxa municipal de 3,25 euros como a taxa turística regional de 3,50 euros por noite para os hóspedes de hotéis de cinco estrelas, totalizando 47,25 euros por pessoa para uma semana na cidade espanhola.

As despesas para quem fica em alojamentos de aluguer somam 5,50 euros por noite, custando a um visitante 38,50 euros por uma semana de estadia. A taxa turística para os passageiros de cruzeiros que permaneçam 12 horas na cidade será de 6,25 euros.

Turismo de qualidade é o objetivo de Barcelona

O aumento dos preços visa estabelecer um turismo de qualidade em detrimento do turismo de massas, sublinha o presidente da Câmara de Barcelona. As autoridades estimam que a taxa gerará 100 milhões de euros em 2024, que serão destinados a reforçar o orçamento da cidade.

“Era o objetivo pretendido: conter o número de turistas e aumentar as receitas turísticas, porque o nosso modelo já não é o turismo de massas, mas sim o turismo de qualidade, que acrescenta valor à cidade”, afirma Jaume Collboni, Vice-Presidente do Município.

Jaume Callboni revelou ainda que os dados económicos já atingiram os níveis de 2019 em termos de receitas geradas pelos turistas que visitam a cidade. Todos os anos, mais de 32 milhões de pessoas visitam Barcelona.

Outras cidades e destinos espanhóis com taxa turística em vigor incluem Maiorca, Ibiza, Menorca e Formentera, também conhecidas como as Ilhas Baleares, onde os visitantes com mais de 16 anos pagam entre 1 e 4 euros por uma noite de estadia.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img