Sábado, Novembro 26, 2022
Sábado, Novembro 26, 2022

SIGA-NOS:

Checked by DECO: Projeto pioneiro com a APAVT pretende trazer mais transparência na relação entre consumidor e agência de viagens

‘Checked by DECO’ é um novo serviço de auditoria que resulta de uma parceria entre a DECO e a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT). O objetivo é garantir aos consumidores ofertas mais transparentes e seguras, e, às agências de viagens, membros da APAVT, uma avaliação do seu serviço com base nas melhores práticas de mercado e nas exigências legais.

Este projeto, que é inédito entre uma associação empresarial e uma associação de consumidores, foi apresentado esta quarta-feira, 14, numa conferência de imprensa com a presença do presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, e do presidente da DECO, Luís Silveira Rodrigues.

APAVT e DECO estreitam, desta forma, uma relação que já existe desde 2005 e que se vê agora reforçada com mais este projeto.

Como funciona?

O projeto Checked by DECO vai ter início no terceiro trimestre de 2022 mas já existe um site que pode ser consultado. As agências que se propuseram a obter o ‘selo’ terão de preencher um formulário, no qual prestarão informações relacionadas com requisitos pré-contratuais e contratuais. Depois de preenchido o questionário, a DECO fará uma análise no prazo de três semanas. No final, é produzido um relatório que atesta se a agência está ou não preparada para receber a menção Checked by DECO. As agências de viagens com avaliação positiva poderão a partir desse momento utilizar a menção Checked by DECO nos canais digitais ou lojas. Em caso negativo, a DECO prestará à agência recomendações de forma a poder voltar a candidatar-se à certificação.

Quanto aos critérios, terão em conta a legislação setorial e de defesa do consumidor de forma a responder a questões como: A informação pela agência ao consumidor é prestada de forma transparente? A informação está facilmente acessível ao consumidor? Quando assinam um contrato essa informação é explicada ao consumidor naquilo que são os aspetos mais relevantes? Serão também analisadas as reclamações que a agência teve e de que forma as solucionou.

Para Pedro Costa Ferreira, “este é um projeto que vem trazer mais e melhores competências técnicas às agências de viagens da APAVT no cumprimento legal dos direitos dos consumidores”. Por outro lado, afirma, “vem trazer mais transparência na transmissão da informação e, portanto, na relação”.

Por sua vez, Pedro Costa Ferreira realça que o projeto é também “muito diferenciador” para o setor das agências de viagens enquanto setor económico. “Não se conhece em Portugal, na Deco e no mundo uma associação desta natureza, ou seja, entre uma associação empresarial e uma associação de defesa dos consumidores com um projeto prático para fornecer mais transparência na relação”.

Embora facultativo, a APAVT vai “tentar motivar todas as agências associadas a ter o Checked by DECO, uma vez que o papel da associação “é a valorização dos seus associados”. Ao fazerem esta auditoria, as agências “vão ter a certeza que estão a fazer um bom trabalho”, destaca o presidente da APAVT. “A nossa ambição, sabendo nós que isto é um processo evolutivo, é termos a esmagadora maioria das agências de viagens Checked by DECO”, revela. “Diria que a minha sensibilidade é que existirão agências que não conseguirão ser Checked by DECO à primeira mas chegarão lá com facilidade”, conclui.

A menção tem a validade de um ano, com uma avaliação trimestral, que poderá ter um cliente mistério, sempre na perspetiva de que se, “encontrarmos alguma coisa que não está conforme, tentaremos ajudar a agência”, explica o presidente da DECO.

Luís Silveira Rodrigues sublinha que a DECO e a APAVT têm vindo a reescrever a história entre uma associação de consumidores e uma associação empresarial provando que nem sempre “têm que ter interesses conflituantes”.

“O mundo não mudou só para os consumidores. As agências de viagens, por exemplo, têm aqui extraordinárias oportunidades e extraordinários desafios. É nesta noção de mudança que este protocolo se aprofunda. Quer a DECO, quer a APAVT, ou conseguem ler aquilo que são os as expetativas e desafios dos seus associados ou então deixam de ter relevância para os mesmos”, defende.

O presidente da DECO não esconde a vontade de estender este serviço a outros setores, mas a seu tempo. “É um serviço que procura pegar nas agências e levá-las à excelência que a defesa do consumidor exige, não é apenas um prémio que se dá. É um processo que se faz com a agência procurando crescer e levá-la a cumprir os mais altos níveis de qualidade e de compliance para com os consumidores”, conclui.

avatar

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img