Quarta-feira, Outubro 5, 2022
Quarta-feira, Outubro 5, 2022

SIGA-NOS:

Como é que os hotéis inovadores estão a utilizar NFTs para atrair viajantes internacionais?

Só em 2021, os NFTs transacionaram mais de 17 mil milhões de dólares (16.71 mil milhões de euros), gerando ganhos de mais de 5 mil milhões de dólares (4.9 mil milhões de euros). Para os hotéis e organizações turísticas inovadoras que queiram estabelecer uma ligação mais estreita com uma audiência internacional e conhecedora, esta pode ser uma tendência em que vale a pena envolver-se, segundo o Travel Daily Media.

A questão para aqueles que trabalham na indústria hoteleira é a seguinte: poderá este bem digital ser uma nova forma de envolver viajantes e turistas, expandindo o conhecimento da marca e gerando novos fluxos de receitas, levando a uma recuperação económica do turismo ainda mais forte?

A indústria de viagens e turismo parece pensar que sim. Só nos últimos meses, vários projetos centrados nas viagens, geridos por companhias aéreas, projetos de conservação e hotéis, foram lançados, chamando a atenção de turistas em todo o mundo.

6 maneiras dos hotéis incorporarem as NFT no seu marketing

As NFTs tornam possível o envolvimento com marcas e comunidades, ao mesmo tempo que elevam a experiência de viagem, defende o Travel Daily Media, desde os hóspedes que procuram uma vida mais livre de fronteiras (incluindo os nómadas digitais e os que apoiam a descentralização) até aos turistas que procuram novas formas de interagir com os locais que visitam.

Há opções convincentes que estão a ser desenvolvidas e que tanto exploram os desejos desses viajantes como proporcionam benefícios para as empresas que os oferecem. Por exemplo, hotéis e resorts podem pré-vender noites de quarto exclusivas e oferecer NFTs como prova de viagem, que em breve poderão ser exibidos em diferentes canais de comunicação social como Instagram e Facebook.

A sua flexibilidade faz dos NFTs uma peça-chave emergente para desbloquear receitas adicionais e para transformar o envolvimento do cliente nos segmentos de viagem de três formas fundamentais: elevando a experiência do cliente; repensando a lealdade; e aumentando o gasto.

Estes benefícios, que podem incluir a receção de pagamentos adiantados e o combate à sazonalidade, ajudam a assegurar o sucesso a longo prazo das empresas de turismo e viagens, segundo o TDM.

Marriott International fez uma parceria com vários artistas digitais e criou uma campanha de marketing chamada “O Poder das Viagens”

Além de conceberem programas de adesão ou plataformas de reserva, alguns hotéis têm utilizado NFTs como forma de testar a realização de eventos de marketing únicos. Durante o festival Art Basel Miami Beach 2021, a Marriott Bonvoy estreou a sua coleção de três NFTs, intitulada ‘O Poder da Viagem’.

Os vencedores sorteados ao acaso receberam tanto uma NFT como 200.000 pontos Marriott Bonvoy. Afiliando-se a um evento cultural líder da indústria e oferecendo valor sobre as criações artísticas, um hotel pode criar publicidade boca-a-boca positiva enquanto se apresenta a um público de nicho – neste caso, aqueles que viajam para Miami para um festival de arte de renome mundial.

Travala, a maior plataforma do mundo de reservas de viagens através de Blockchain, constrói o maior programa de recompensas de viagens baseado em NFT’s

A Travala possui milhares de clientes em todo o mundo que confiam nesta plataforma como a sua agência de viagens online favorita. A sua plataforma oferece mais de 2,2 milhões de propriedades em mais de 90.000 destinos, em 230 países. A Travala criou um programa de recompensas de viagem baseado em NFT’s que permite aos utilizadores acederem ao seu escalão de membros Smart Diamond, dando-lhes benefícios que vão além de uma simples reserva.

Afinal, o marketing hoteleiro é mais do que simplesmente levar as pessoas ao website de um hotel. Tem também a ver com conseguir que os hóspedes façam a reserva, e garantir que são bem tratados após essa reserva, o que pode levar a uma publicidade boca-a-boca positiva.

Um Clube de Viagens que torna mais fácil para os hotéis na Tailândia saltar para o mundo Web3 enquanto se cria um impacto positivo na subsistência dos elefantes

Apesar da arte digital e a descentralização poderem ser acedidas a partir de qualquer lugar do mundo, os viajantes ainda têm o desejo de experienciar o mundo real. Ao aproveitar essas viagens, é possível criar um impacto positivo na conservação da vida selvagem. O Unchained Elephants, um projeto de arte NFT baseado em causas, preenche essa lacuna.

Os Unchaned Elephants não só estão a promover a conservação da vida selvagem (o valor pago pelas NFTs é utilizado para salvar elefantes que trabalham em Phuket, Tailândia), mas também estão a reunir os intervenientes do turismo local com um clube de viagens. Isto liga diretamente os apoiantes internacionais da sua causa aos hotéis na área, enquanto esses hotéis também conseguem promover publicamente a sua filiação para um marketing vantajoso para todos.

Dream Hotels lança programa de sócios NFT em Hollywood

O marketing hoteleiro pode ter tanto a ver com a entrada de novos hóspedes, como com a melhoria da experiência para os existentes. Foi o que a Dream Hotels fez com o seu Social Club, um programa de sócios VIP comprável através de NFTs. Os benefícios incluem eventos exclusivos, acesso (a piscinas, cabanas, lounge, ginásio, e espaços de co-trabalho), serviços de concierge, e eventos no metaverso.

NoMo SoHo Hotel em Nova Iorque vende noites via NFT

O NoMo SoHo em Nova Iorque lançou um NFT, NoMo x NFT, tornando este hotel num dos primeiros nos Estados Unidos a deixar os hóspedes reservar estadias através de NFTs. Estes NFTs também funcionam como colecionáveis da viagem, oferecendo representações de “uma parte reconhecível do hotel, desde The Lovewall in NoMo Kitchen até The Tunnel of Love, o arco icónico do hotel”.

Com pacotes concebidos tanto para tempos menos populares (domingo – terça-feira) como para opções mais flexíveis, NoMo SoHo cria um interessante conjunto de pacotes que podem ajudar a regular a procura. Outra excelente forma de os hotéis se envolverem com os viajantes.

Pinktada – Uma solução para os inventários em excesso do hotel, que proporciona uma receita garantida, independentemente do quarto ser ou não utilizado

Pinktada está a fornecer uma solução para dois dos maiores problemas da indústria hoteleira. Através da sua plataforma de reservas, são capazes de garantir receitas aos proprietários dos hotéis, independentemente de os quartos serem ou não utilizados, uma vez que a venda é final.

Os hóspedes, então, recebem um Token Room-Night depois de reservarem o seu quarto. Se o viajante avançar com a sua reserva, esse token torna-se numa lembrança digital da sua viagem que vive na blockchain. No entanto, se os planos do viajante mudarem, pode revender o seu token por um crédito que pode utilizar mais tarde ou trocá-lo na plataforma por um hotel diferente na plataforma Pinktada.

avatar

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img