Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

Costa diz que medidas nas fronteiras deverão manter-se após 9 de janeiro

-PUB-spot_img

A obrigatoriedade de apresentação de um teste negativo à covid-19 para entrar em Portugal deverá manter-se após 09 de janeiro, disse esta quinta-feira, dia 16, em Bruxelas, o primeiro-ministro, António Costa, admitindo mesmo um reforço das medidas de prevenção.

“Se é possível antecipar o que vai ser a evolução [da pandemia], podemos prever que a partir de 9 de janeiro nós vamos ter que manter as medidas de controlo das fronteiras”, disse Costa, em declarações è entrada para o Conselho Europeu.

“Em 9 de janeiro vamos seguramente prorrogar porque não estaremos em condições de poder retirar essas medidas”, estimou o primeiro-ministro.

“Esta variante [Ómicron] está a difundir-se muito intensamente na Europa, e também em Portugal, e não vamos poder desarmar, vamos ter que manter ou mesmo reforçar, se for necessário”, referiu ainda.

O primeiro-ministro defendeu também que tem que estar preparado “para adotar qualquer medida que venha a ser necessária”, com a rapidez necessária para aumentar a prevenção de um risco de escalada na covid-19.

António Costa disse ainda esperar que a semana entre 02 e 09 de janeiro “seja mesmo de contenção”, apelando à cautela e compreensão dos portugueses.

Com esta nova variante, referiu, todos os países estão a registar um aumento significativo de casos, adiantando que “em Portugal, também e é necessário reforçarmos todas as medidas, para já de autoproteção – uso de máscara, de gel e testagem, testagem, testagem…”

“Estamos perto do Natal, as famílias vão reunir-se e reafirmo aqui o apelo que tenho feito para que, antes de se reunirem, façam pelo menos um autoteste”, referiu ainda.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img