Domingo, Junho 16, 2024
Domingo, Junho 16, 2024

SIGA-NOS:

Escola de Setúbal vence competição sobre turismo

A Escola Barbosa du Bocage, de Setúbal, foi a vencedora da 2ª edição do concurso nacional GERAt com um trabalho intitulado “O Mistério da Joia Perdida”, um projeto desenvolvido pelo Turismo de Portugal, em parceria com a Direção-Geral de Educação, junto de alunos do 3º ciclo e que pretende incentivar os jovens da comunidade escolar a desenvolver projetos sobre turismo, de modo a sensibilizá-los para o potencial desta atividade a nível local, nacional e internacional.

A final foi realizada na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, reunindo os 12 projetos finalistas e mais de 400 alunos de escolas de diversas regiões, incluindo Viana do Castelo, Porto, Lamego, Coimbra, Alcobaça, Lisboa, Estoril, Setúbal, Arronches, Castro Marim, Faro e Portimão. Esta ampla distribuição geográfica é um reflexo da rede de escolas do Turismo de Portugal, que trabalham em colaboração regional com as equipas participantes.

Durante as 12 etapas regionais do GERAt em 2024, que ocorreram antes da final, participaram 39 agrupamentos escolares, 46 turmas e 925 alunos, resultando no desenvolvimento de 40 projetos interdisciplinares. Um dos principais propósitos deste projeto é demonstrar a forma como o turismo pode impulsionar o desenvolvimento sustentável das comunidades locais, como também incentiva os jovens a participar ativamente em práticas de turismo regenerativo.

Science4you desenvolve jogo de tabuleiro sobre turismo

Na final desta competição escolar foi apresentado o jogo GERAt – Território, Turismo e Talento – um jogo didático de tabuleiro, desenvolvido pela Science4You com o apoio do Turismo de Portugal, e que através de atividades divertidas e educativas sensibiliza para o papel do turismo na sociedade, sob a lente da sustentabilidade ambiental, económica e social.  

“Este evento é um marco importante para o projeto GERAt. Queremos que os jovens compreendam a importância do turismo para o desenvolvimento das suas comunidades e sejam capacitados para contribuir com ideias inovadoras e sustentáveis,” afirmou Catarina Paiva, vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal.

David Sousa, diretor-geral da Educação reforçou o valor deste projeto, considerando que o mesmo “promove a aprendizagem centrada no aluno, potenciando a interdisciplinaridade e posicionando o aluno como agente interventivo na sua comunidade”, reforçando a necessidade de “divulgar o projeto ainda mais, fazendo-o chegar a mais escolas, mais alunos e mais professores.”

O GERAt reconhece que as escolas desempenham um papel crucial no desenvolvimento integral dos jovens como cidadãos-turistas, sendo ativos essenciais para promover o desenvolvimento social, ambiental e econômico. Isso é feito em sintonia com a criação de experiências turísticas positivas para os visitantes, ao mesmo tempo em que se preserva o patrimônio natural e cultural das regiões e se explora o potencial positivo do turismo.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img