Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022

SIGA-NOS:

Espanha estabelece meta para imunidade de grupo até final de agosto e descarta prorrogação do Estado de Emergência

O primeiro-ministro espanhol afirmou esta terça-feira, dia 6 de abril, que, tendo em conta um cenário “prudente e conservador”, o ritmo de vacinação vai aumentar de modo a que, no final de agosto, 70% da população, 33 milhões de pessoas, esteja imunizada.

De acordo com os cálculos de Pedro Sánchez revelados em conferência de imprensa, cinco milhões de pessoas vão estar vacinados contra a covid-19 até 03 de maio, 10 milhões na primeira semana de junho e 15 milhões até ao dia 14 desse mês, para atingir 25 milhões de pessoas imunizadas até 19 de julho.

Espanha tem uma população total de cerca de 47 milhões de pessoas e durante o segundo trimestre do ano espera receber 38 milhões de doses da Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen, o que é 3,5 vezes mais do que as doses entregues pelas empresas farmacêuticas até março.

Mais, a vacina Curevac deverá ser aprovada em breve, o que, adicionada às anteriores, vai aumentar o número de doses no terceiro trimestre para 48 milhões, tendo o país contratos para receber 87 milhões de doses entre abril e setembro.

Face a este objetivo de vacinação, o chefe do Governo espanhol afirmou que a intenção do Executivo não é prorrogar o estado de emergência que expira no dia 9 de maio. O fim desse mecanismo constitucional revogará as restrições à circulação de pessoas que entraram em vigor em 25 de outubro e que as comunidades autónomas vêm aplicando com base na evolução dos indicadores de saúde de cada território.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img