Domingo, Junho 23, 2024
Domingo, Junho 23, 2024

SIGA-NOS:

Estas greves deverão afetar as viagens para a Europa esta semana

Num contexto em que trabalhadores procuram melhorias nas condições laborais e remuneração, a Europa, composta por 27 nações, enfrenta uma onda de greves que ameaça impactar as celebrações de Natal e Ano Novo.

Em Espanha, está previsto que o pessoal dos serviços em terra da Iberia faça greve de 29 de dezembro a 1 de janeiro e novamente de 4 a 7 de janeiro, afetando todos os aeroportos operados pela companhia aérea nacional. Os trabalhadores protestam contra as condições de trabalho e expressam objeções à planeada subcontratação de trabalhadores para outras empresas, conforme reportado pela Euronews.

Além disso, o pessoal de segurança privada no Aeroporto de Alicante-Elche poderá entrar em greve de 15 a 17 de dezembro, 19 e de 22 a 31 de dezembro, com paralisações previstas também para o próximo ano, de 1 a 14 de janeiro. Durante estes dias, as paralisações ocorrerão durante duas horas, das 8h45 às 9h45 e das 18h às 19h, podendo afetar os controlos de segurança e o manuseio de bagagem.

Em França, os controladores de tráfego aéreo planeiam uma greve para esta segunda-feira, 18 de dezembro, esperando-se o cancelamento de até metade dos voos em aeroportos como Paris Orly e Brest. Os grevistas contestam as novas regras que exigem que os controladores comuniquem a intenção de fazer greve com 48 horas de antecedência, uma prática regulamentada por lei em países como Portugal, Espanha e Grécia.

Os trabalhadores ferroviários franceses optaram por não fazer greve durante o Natal e o Ano Novo, aliviando assim os viajantes de férias de cancelamentos e congestionamentos. No entanto, possíveis paralisações podem ocorrer após o período de férias devido a disputas contínuas sobre salários.

No Reino Unido, uma greve no transporte público está agendada para esta sexta-feira, na Irlanda do Norte, como parte de uma série de paralisações em protesto contra uma proposta de congelamento salarial. Prevê-se que a greve cause atrasos e cancelamentos em comboios e autocarros, afetando especialmente o transporte escolar e as empresas locais.

As autoridades aconselham os viajantes a manterem-se informados sobre as atualizações e a verificarem o estado dos seus voos antes de viajar, uma vez que as greves podem ocorrer com frequência e cancelamentos de última hora são esperados. Além disso, é recomendável que os viajantes adquiram um seguro de viagem para se protegerem contra despesas decorrentes de voos perdidos ou atrasados.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img