Terça-feira, Maio 21, 2024
Terça-feira, Maio 21, 2024

SIGA-NOS:

Este é o top de canais de reservas de hotéis em Portugal, segundo a SiteMinder

Pelo oitavo ano consecutivo, a plataforma mundial de comércio hoteleiro, a lista dos canais de reserva que mais receitas geraram aos hotéis a nível mundial e em Portugal e as principais tendências do setor das viagens, a partir da análise de mais de 100 milhões de reservas geridas em 2022 através da SiteMinder, a um ritmo de 200 reservas por minuto.

Os viajantes reservaram, em média, com 36 dias de antecedência em 2022, face aos 21 dias do ano anterior (um aumento de 71%) e os 46 dias de 2019. Este maior prazo de tempo entre reserva e check-in é, em grande medida, a resposta ao aumento da confiança dos consumidores após a pandemia. De resto, a taxa de cancelamentos foi igualmente reduzida, passando de 43% em 2020 para 21% das reservas em 2022.

A atividade registada pelos alojamentos portugueses tem sido constante em 2022, graças à normalização das viagens e à recuperação do turismo a nível internacional. O impulso das reservas superou os níveis de 2019 durante a maior parte do ano, mesmo com a subida dos preços e alta inflação. Em 2022, o preço médio por quarto em Portugal foi de 165 euros, uma subida de 21% em relação ao ano anterior e de 19% face a 2019. Por sua vez, a duração média das estadias passou de 2,11 dias para 2,27 dias em 2022, sendo Agosto o mês das estadias mais prolongadas (2,55 dias) e Janeiro o oposto(2,01 dias).

O Top Hotel Booking Trends 2022 mostra como o retorno das viagens devolve a liderança aos grandes canais de reservas tradicionais. O Booking.com conquistou o primeiro lugar tanto a nível mundial como em Portugal. Na 2ª posição, em Portugal, estiveram as reservas diretas, superando inclusivamente os números de 2019, impulsionadas pela diminuição das viagens internacionais durante a pandemia. O Expedia mantém-se no terceiro lugar do ranking português pelo quarto ano consecutivo. Completam esta lista dos cinco primeiros canais a Hotelbeds e o Jet2Holidays.

O retorno à normalidade devolve o tráfego aos grandes canais internacionais. Com a interrupção das viagens, em 2021 os canais de reservas locais ganharam relevância no ranking de Portugal, tendo agora descido de posições: Abreu Online(da 5ª para a 9ª), EC Travel(7º para 12º) e a Portimar, que desaparece definitivamente da lista. Por sua vez, a Agoda sobe com força. Esta agência online com sede na Ásia volta ao Top12 português após a sua primeira aparição em 2020, encerrando a lista. A OTS Globe ascende três posições, da 9ª à 6ª.

A repartição dos três primeiros lugares entre Booking.com, reservas diretas e Expedia, mostra que promover um alojamento em 5 ou mais canais pode aumentar as reservas dos hotéis em até 40%. Ao ampliar a cobertura de canais, as propriedades chegam naturalmente a um número mais vasto de potenciais hóspedes e as reservas crescem. Os hoteleiros que decidiram investir na digitalização nos últimos anos veem agora os resultados desse esforço.

“O impulso das reservas, estadias cada vez mais extensas e um aumento nos preços médios diários são a prova da crescente atividade do setor turístico durante os últimos três anos. Podemos ver em dados recentes do relatório Hotel Booking Trends que esta confiança começa-se a sentir em mercados chave internacionais incluindo Portugal.

Os estabelecimentos hoteleiros mostram-se mais receptivos na hora de implementar um foco mais amplo e multicanal, como forma de chegar a mais segmentos de viajantes, o que reflete as novas preferências de reservas do viajante e um cenário muito mais competitivo em termos de reservas online.” comenta André Góis, Director Regional para Portugal da SiteMinder.

Os 12 maiores canais de reservas em Portugal:

Booking.com

Websites de hotéis

(reservas diretas)

Expedia

Hotelbeds

Jet2holidays

OTS Globe

Agoda

Global distribution systems

Abreu Online

Traveltino

World 2 meet

EC Travel

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img