Segunda-feira, Junho 17, 2024
Segunda-feira, Junho 17, 2024

SIGA-NOS:

Filmes da Nazaré, Marrocos e Pantanal vencem 16.º Festival ART&TUR

Três filmes foram consagrados como os grandes vencedores da 16.º edição do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo. A nível nacional, destaca-se o Município da Nazaré com o filme “Nazaré – Maior do que a vida”. Na competição internacional, o ‘Grande Prémio’ foi para um filme que promove o crescimento de Marrocos enquanto destino turístico: “Morocco Arise”. Por sua vez, o filme “Pantanal Gastronomic Route” ganhou o Prémio de Melhor Filme Brasileiro, uma categoria em estreia este ano no ART&TUR.

Os vencedores da 16.ª edição do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo foram conhecidos na passada sexta-feira, numa gala de prémios que teve como palco o CCC – Centro Cultura de Congressos das Caldas da Rainha. Durante os quatro dias do festival, organizado pela Turismo Centro de Portugal, foram exibidos os filmes que integraram a shortlist da competição, selecionados entre os 262 filmes promocionais, de 47 países, que se inscreveram e que foram avaliados pelo júri internacional (constituído por 43 jurados). No total, foram exibidos 82 filmes.

Como já referido, três filmes foram consagrados como os grandes vencedores do festival. Na competição internacional, o Grande Prémio foi para um filme que promove o crescimento de Marrocos enquanto destino turístico: “Morocco Arise”, realizado por Brandon Li.

O filme “Nazaré – Maior do que a vida”, do Município da Nazaré, ganhou o Grande Prémio da Competição Nacional. Produzido pela Oonify, o filme mostra a multiplicidade de experiências que se podem usufruir nesta vila, “um dos destinos mais emblemáticos do Centro de Portugal”, segundo o Turismo do Centro.

Por sua vez, o filme “Pantanal Gastronomic Route”, produzido por Visit Mato Grosso do Sul, ganhou o Prémio de Melhor Filme Brasileiro, uma categoria em estreia este ano no ART&TUR, que mostra as muitas experiências gastronómicas do território do Pantanal.

Na iniciativa paralela “ART&FACTORY”, o prémio foi atribuído a uma equipa brasileira, liderada por Marco Calábria, com o filme “Caldas da Rainha magnífica”. Este prémio desafia realizadores internacionais a filmarem na região onde o festival se realiza, neste caso, nas Caldas da Rainha, na semana que antecede o festival.

O ‘ART&TUR’ integra a rede mundial do CIFFT – Comité Internacional dos Festivais de Filmes de Turismo, que elege anualmente o melhor filme de turismo a nível mundial, entre todos os filmes que percorrem o circuito internacional de festivais do género. Alexander Kammel e Hugo Marcos, respetivamente diretor e secretário-geral do CIFFT, estiveram presentes na gala de prémios.

Na sessão de encerramento do evento, Raul Almeida, presidente da Turismo Centro de Portugal, destacou “a importância que os audiovisuais assumem na promoção turística” e do próprio festival. “Festivais como o ART&TUR encorajam a indústria do turismo a procurar a excelência dos seus filmes, para promover o seu território e os seus mais importantes ativos turísticos. A Turismo Centro de Portugal tem consciência da importância desta promoção, há já vários anos, e congratula-se por esta começar a ser uma prática comum”, considerou.

Raul Almeida, presidente da Turismo Centro Portugal

Adriana Rodrigues, presidente da Centro Portugal Film Commission, lembrou na ocasião que “os filmes e documentários realizados no Centro de Portugal têm uma enorme importância para o aumento dos fluxos turísticos e para a coesão territorial. Essas produções são gatilhos emocionais que incentivam as pessoas a viajar porque desejam conhecer os locais onde foram filmadas. Isto traz muito valor a qualquer destino turístico”. “A Film Commission do Centro de Portugal tem procurado estruturar o setor de produção cinematográfica da região, de forma a torná-lo ‘film friendly’. O ART&TUR é fundamental nesta estratégia, pois ajuda a posicionar a região, a nível nacional e internacional, tanto ao nível do branding do destino como na divulgação dos seus principais ativos, turísticos ou não”, acrescentou.

A terminar a sessão, Vítor Marques, presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, agradeceu aos participantes e salientou que “foi muito gratificante para nós receber este ART&TUR em Caldas da Rainha”. “Foi muito grato saber que foi para vós um dos melhores festivais. Estamos sempre disponíveis paras promover o nosso território, que não é só as Caldas da Rainha, é o Oeste, é o Centro de Portugal e é Portugal”, disse.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img