Sexta-feira, Abril 12, 2024
Sexta-feira, Abril 12, 2024

SIGA-NOS:

Há uma companhia aérea que está a utilizar dados em tempo real para otimizar voos

A redução das emissões de CO2 no setor da aviação pode começar dentro dos próprios cockpits, através da implementação de tecnologia para otimizar as operações de voo. Os pilotos da Vueling estão a utilizar previsões meteorológicas e de vento em tempo real para ajustar as manobras de descida, permitindo uma tomada de decisões mais precisa e eficiente, conforme reportado pelo jornal Hosteltur.

A inovação tecnológica está a ser usada em prol da eficiência operacional, com iniciativas que visam cumprir compromissos de sustentabilidade. A Vueling está a adotar tecnologias que permitem uma utilização mais eficiente dos recursos durante os voos.

Os pilotos da Vueling estão a integrar previsões meteorológicas e de vento em tempo real utilizando o NAVlink da Nav Flight Services para ajustar as manobras de descida das aeronaves. Esta prática melhora a eficiência no consumo de combustível, permitindo aos pilotos tomar decisões com base em informações atualizadas e precisas.

Segundo a companhia aérea IAG, este novo sistema, em conjunto com um planeamento de rotas mais eficiente e uma gestão otimizada do combustível, está a contribuir para a redução das emissões nas mais de 300 rotas operadas pela Vueling na Europa, Norte de África e Médio Oriente.

A tecnologia Nav é combinada com a aplicação Pilot Fuel Efficiency, que auxilia os pilotos a calcular as emissões de CO2 durante o voo e destaca as reduções no consumo de combustível obtidas através de decisões baseadas em dados. Além disso, fornece informações sobre o desempenho da tripulação, estatísticas da companhia aérea e indicadores de melhores práticas para cada voo.

Isabel García Álvarez, Diretora de Planeamento de Operações da Vueling, explica que “os pilotos agora têm a capacidade de ajustar com precisão a velocidade e o tempo de descida utilizando estas ferramentas, podendo medir imediatamente a redução das emissões de CO2”.

A Vueling espera que estas soluções resultem numa redução anual de 2 500 toneladas de emissões de CO2 em toda a sua frota. Além disso, estas tecnologias contribuem para a adoção de combustíveis de aviação sustentáveis (SAF), os quais podem reduzir as emissões de CO2 em até 80% em comparação com os combustíveis tradicionais, desempenhando assim um papel importante na descarbonização do setor da aviação.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img