Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Terça-feira, Dezembro 6, 2022

SIGA-NOS:

Itália proíbe grandes navios no centro histórico de Veneza

Itália decidiu proibir os grandes navios na lagoa de Veneza para preservar a zona histórica, considerada, pela UNESCO, como Património Mundial da Humanidade. A medida que proíbe a entrada de navios com mais de 25.000 toneladas no Canal de Giudecca, entra em vigor no dia 1 de agosto.

O decreto-lei aprovado pelo executivo italiano declara os canais navegáveis como “monumento nacional”, o que significa que passam a ser um espaço protegido, nomeadamente o canal que passa junto à famosa Praça de São Marcos e da ilha de Giudecca, em Veneza, por onde navegavam as grandes embarcações. O primeiro-ministro da Itália Mario Draghi considera que “o decreto aprovado hoje representa um passo importante para a proteção do sistema lagunar veneziano”.

Em junho a UNESCO indicou que a cidade italiana podia juntar-se à lista de patrimónios em risco devido às ameaças que ainda enfrentava. Uma dessas ameaças era o facto de ainda haver muitos navios de cruzeiro a atracar no centro da cidade. O ministro da cultura italiano, Dario Franceschini, afirmou que o governo agiu “para evitar o risco concreto” de ser colocado na lista negra da UNESCO.

O primeiro-ministro italiano referiu ainda que os fundos serão distribuídos pelas empresas para mitigar a perda de receita causada por esta proibição.

Embora a proibição se torne oficial, ainda não há um local alternativo permanente para a atracação de navios de cruzeiro.

A curto prazo, os grandes navios serão desviados para o porto industrial de Marghera.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img