Quinta-feira, Julho 18, 2024
Quinta-feira, Julho 18, 2024

SIGA-NOS:

Mais europeus planeiam viajar, mas fazem menos viagens

-PUB-spot_img

Com a chegada do verão, milhares de europeus preparam-se para viajar. De acordo com o relatório “Monitoring Sentiment for Intra-European Travel – Wave 19” da Comissão Europeia de Viagens, ETC, 75% dos europeus planeia viajar entre junho e novembro de 2024, representando um aumento de 6% em relação ao ano passado.

O crescimento é particularmente impulsionado por viajantes de nacionalidade espanhola, italiana e britânica, nestes três países, oito em cada dez entrevistados da pesquisa relataram a intenção de viajar durante esse período.

O estudo revela também que 36% dos europeus planeia fazer uma viagem nos próximos meses, um aumento de 6% em relação ao ano anterior, enquanto outros 33% farão uma segunda viagem, e apenas 24% planeia fazer três ou mais viagens. 

Os destinos mediterrâneos continuam a ser os preferidos, com 45% dos europeus a optar por locais ensolarados para as férias. Espanha e Itália lideram as escolhas, cada uma preferida por 8% dos entrevistados, seguidas por França com 7% e Grécia com 6%. A preferência por destinos de sol e praia reflete-se na escolha de 19% dos viajantes, outros tipos populares de férias incluem culturais e patrimoniais com 17%, natureza e ar livre com 14%, e city breaks com 13%.

O fator mais importante para os viajantes que selecionam um local de férias é a segurança do destino(16%) e de seguida o clima agradável, moradores simpáticos e temperaturas estáveis. 

As viagens aéreas são o meio de transporte preferido para 54% dos europeus, um aumento de 5% em relação ao ano passado. O aumento deve-se, em parte, à restauração da conectividade aérea e à disponibilidade de voos de baixo custo. Contudo, 28% dos viajantes preferem conduzir até ao seu destino final, essa escolha é feita particularmente por alemães (40%), belgas (38%) e austríacos (35%). Além disso, as viagens de comboio permanecem estáveis com 10%.

Apesar do aumento em interesse em viagens, as preocupações financeiras e climáticas continuam a influênciar os planos dos europeus. Os custos das viagens preocupam 21% dos viajantes, as finanças pessoais 16%, e questões geopolíticas 11%. As mudanças climáticas e as restrições de transportes públicos são também preocupações dos europeus.

Miguel Sanz, presidente da ETC, revela que “As tendências de viagens pós-Covid parecem estar se solidificando, proporcionando uma estabilidade muito bem-vinda para a indústria do turismo. Vários dos principais mercados de viagens europeus estão mostrando forte entusiasmo para os próximos meses. Agora é um bom momento para os destinos fazerem um balanço desse “novo normal”, que inclui preocupações com altos custos e clima desfavorável, bem como o planejamento de viagens feito predominantemente em plataformas digitais. Isso permitirá que os profissionais do turismo adaptem suas ofertas às tendências de longo prazo no comportamento do viajante e promovam de forma mais eficaz práticas de turismo responsável”.

Quase todos os europeus utilizam fontes digitais para planear as viagens, sendo os mecanismos de busca on-line e os sites de viagens os mais populares. Apesar do crescimento das ferramentas de inteligência artificial no setor de viagens, apenas 6% dos turistas utilizam essas tecnologias para o planeamento. A utilização da Inteligência Artificial é mais comum entre jovens de 25 a 34 anos, que representam 42% dos utilizadores dessas ferramentas.

Os picos de viagens continuam populares, com 45% dos europeus a planear viajar em junho e julho, e 39% em agosto e setembro. Apenas 12% pretende viajar em outubro e novembro, devido à superlotação e ondas de calor sofridas no verão de 2023.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img