Sábado, Abril 20, 2024
Sábado, Abril 20, 2024

SIGA-NOS:

MSC Euribia realiza “primeira viagem da indústria” com zero emissões de gases com efeito de estufa

A Cruise Division do MSC Group realizou a primeira viagem da indústria com zero emissões de gases com efeito de estufa quando o seu mais recente navio, o MSC Euribia, movido a gás natural liquefeito (LNG), deixou o estaleiro em Saint-Nazaire, França, – onde esteve a ser construído – a caminho da Cerimónia de Nomeação em Copenhaga, Dinamarca.

O novo navio, o 22.º a juntar-se à frota da MSC Cruzeiros, navegou durante quatro dias de Saint-Nazaire para Copenhaga e atingiu zero emissões de gases com efeito estufa, demonstrando que os cruzeiros com zero emissões são possíveis aos dias de hoje. O MSC Euribia partiu do porto francês no dia 3 de junho e chegou à cidade dinamarquesa no dia 7 de junho.

Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da Cruise Division do MSC Group, afirmou: “Esta primeira viagem com zero emissões do nosso navio emblemático mais recente, o MSC Euribia, constituiu mais um passo significativo na nossa viagem rumo à descarbonização e demonstra, acima de tudo, o prolongamento do nosso compromisso.”

A MSC Cruzeiros adquiriu 400 toneladas de bio-LNG para mostrar o seu compromisso com a implementação de combustíveis renováveis e medidas de transição energética para a viagem pioneira de zero emissões. A Companhia é a primeira Companhia de cruzeiros do setor a comprar bio-LNG como fonte de combustível com reduções significativas nas emissões do ciclo de vida.

O Sr. Vago continuou: “No entanto, não podemos fazer isso sozinhos. Dada a importância absoluta dos combustíveis alternativos para a nossa indústria, bem como para outros setores da sociedade civil para alcançar a descarbonização, todos temos de trabalhar em conjunto para aumentar a sua disponibilidade em escala. A nossa compra de bio-LNG enviará um sinal claro e significativo ao mercado de que existe procura das Companhias de Cruzeiro por combustíveis novos e mais limpos, mas precisamos que os governos, produtores e utilizadores finais colaborem e aumentem a disponibilidade destas fontes de energia vitais e tão necessárias”.

A navegação com zero emissões utilizará o bio-LNG através de um sistema de balanço de massa, o método mais eficiente do ponto de vista ambiental para proporcionar os benefícios do biogás renovável. Toda a cadeia de abastecimento estará em total conformidade com a Diretiva da União Europeia relativa às Energias Renováveis, vulgarmente conhecida como RED II, e cada lote individual do total de bio-LNG produzido foi certificado pela International Sustainability & Carbon Certification.

Michele Francioni, SVP, da MSC Cruises, acrescentou, “A primeira viagem do MSC Euribia foi um feito incrível e representa anos de compromisso e determinação. Provou que temos a capacidade de operar numa base de zero emissões de gases com efeito de estufa com a tecnologia de navios existente”.

“Isto é apenas o começo. Estamos comprometidos nesta transição colocando em prática tudo o que podemos fazer para facilitá-la. Isso não pode ser feito sem que combustíveis alternativos como bio-LNG e-LNG, hidrogénio verde ou metanol verde sejam amplamente disponibilizados em escala para atingir plenamente a visão de atingir um futuro de cruzeiros com zero emissões.”

A MSC Cruzeiros foi apoiada pela empresa de energia nórdica Gasum nesta viagem com zero emissões de gases com efeito estufa, uma produtora líder de biogás e processadora de frações de resíduos biodegradáveis na região nórdica.

A velocidade e o itinerário da viagem inaugural do MSC Euribia foram concebidos especificamente para otimizar a configuração e as cargas dos motores para minimizar o consumo de combustível. Especialistas dedicados à eficiência energética, tanto da MSC Cruzeiros como do construtor do navio, Chantiers de l´Atlantique, estiveram a bordo da viagem com zero emissões para monitorizar e otimizar todos os aspetos desta viagem. O trabalho foi desenvolvido com o Comandante do navio, Capitão Stefano Battineli, e o Engenheiro-Chefe do MSC Euribia, Pasquale Mastellone.

Os especialistas em eficiência energética da MSC Cruzeiros situados em Londres monitorizaram e otimizaram continuamente todos os sistemas a bordo para minimizar a procura de energia, identificaram oportunidades adicionais para melhorar a eficiência energética em tempo real, mantendo ao mesmo tempo um elevado conforto para todos os passageiros a bordo.

Isso incluiu uma série de medidas, desde a configuração dos motores até a velocidade das ventoinhas de ar condicionado individuais nos camarotes de passageiros, juntamente com o itinerário e a otimização da velocidade e do itinerário.

Todas as iniciativas combinadas pouparão energia para reduzir o consumo de combustível.

As novas construções da MSC Cruzeiros são navios com combustível flexível que podem acomodar uma variedade de combustíveis renováveis disponíveis hoje e esperadas no futuro. O uso de LNG fóssil já atinge uma redução de até 20% nas emissões de gases de efeito estufa quando comparados com os combustíveis marítimos convencionais e praticamente elimina todas as emissões de óxidos de enxofre e partículas, ao mesmo tempo que reduz os óxidos de nitrogénio em 85%.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img