Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

SIGA-NOS:

O melhor e o pior de 2022 e desejos para 2023

Agora que estamos a chegar ao fim de 2022, quisemos saber que balanço fazem os profissionais de turismo do ano que termina. Saiba o que elegeram como o melhor e o pior de 2022 e os seus desejos para 2023.

Pedro Machado, presidente da Comissão Executiva do Turismo Centro de Portugal

+ Melhor de 2022

A recuperação da confiança dos mercados, dos fluxos internacionais, com a consequente recuperação da atividade turística.

– Pior de 2022
A invasão da Ucrânia pela Rússia e o clima de insegurança que se gera no mundo.

Desejo para 2023
Fim urgente da guerra na Ucrânia.

Paulo Lages, diretor da DIT Portugal

+ Melhor de 2022
A retoma do turismo, o fim das restrições pandémicas e o crescimento do número de viagens relativamente ao ano de 2019.

– Pior de 2022
Principalmente a guerra na Ucrânia, o aumento da inflação e dos custos globais que nos vai criar uma grande incerteza para o ano de 2023.

Desejo para 2023

Claramente o fim da guerra na Ucrânia.

Frédéric Frère, Co-Founder & Group Leader Travelstore

+ Melhor de 2022

Claramente a retoma da procura depois de dois anos de crise sanitária, incluindo na indústria das viagens de negócio, contrariando as previsões de muitos analistas. A clara demonstração, depois de compararmos, que os contactos presenciais têm maior impacto nas relações humanas do que os contactos meramente digitais. Um pouco como antigamente: uma conversa telefónica era um primeiro passo para um encontro futuro.

– Pior de 2022

Devido à retoma bastante acima do esperado, o impacto nos níveis de serviço ao cliente com elevado desgaste das equipas que tudo fizeram para minimizar esses efeitos. Os desafios na área de RH podem ser considerados como negativos, mas há que também olhar para o lado positivo dos mesmos, porque obrigaram as empresas do setor a repensar por completo vários preconceitos e a usar toda a sua criatividade para devolver à indústria do turismo o seu elevado apelo como opção de carreira profissional.

Desejo para 2023

O fim da guerra na Ucrânia. As guerras são uma aberração da espécie humana nos dias de hoje em que todos deveríamos unir esforços para preservar a paz no mundo e preservar o nosso planeta.

Eliseu Correia, Managing Director EC Travel

+ Melhor de 2022

O melhor de 2022 com impacto no turismo, e que fez a diferença, foi só mesmo a Covid-19 ter ficado “controlada” e deixar de fazer parte das nossas preocupações diárias. O primeiro verão normal desde 2020.

– Pior de 2022

O pior foi o início da guerra na Ucrânia. Pior é impossível.

Desejo para 2023

O fim da guerra .

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img