Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Terça-feira, Dezembro 6, 2022

SIGA-NOS:

O que define a estratégia europeia para a retoma do turismo?

O presidente do Turismo de Portugal e da European Travel Commission (ETC), Luís Araújo, apresentou esta segunda-feira, dia 21, as linhas que guiam a estratégia europeia para a retoma do setor turístico.

No primeiro painel da tarde do 9º congresso da APECATE, Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos Luís Araújo mostrou como as falhas do ano que passou foram o ponto de partida para a organização de planos para a reafirmação do turismo no contexto europeu. “2020, além de um ano horrível para o turismo, foi um ano de completo isolamento, não só através da falta de comunicação entre países, mas principalmente devido aos impedimentos de livre circulação dentro do mercado europeu”, lembrou o presidente.

Para Luís Araújo, Portugal possuir a presidência do Conselho da União Europeia possibilitou tanto uma resposta concreta aos desafios colocados, como a solidificação do turismo como uma “força pró-bem, com um papel importantíssimo na recuperação pós-pandemia”. “A influência que nestes seis meses conseguimos ter a nível de colocar o turismo no mapa da discussão dentro da União Europeia foi absolutamente extraordinário”, acrescentou.

“Um setor mais resiliente, mais social, mais verde, mais digital e mais global”, foram as cinco prioridades que o presidente da ETC afirmou terem norteado os últimos seis meses de presidência.

Reposicionar a União Europeia

O grupo de trabalho de turismo de 2021 reuniu-se pela quinta vez, na última quinta-feira, dia 17 de junho, em Bruxelas.

O Conselho de Turismo concluiu que é fulcral melhorar a “coordenação da resposta da UE às crises e a valorização do Turismo como um dos 14 ecossistemas industriais da UE”. É também necessário “assegurar o reforço do Turismo dado o peso e a importância nas cadeias de valor, maximizar o uso inteligente do financiamento Europeu e refletir o setor nas políticas públicas da UE.”

Ficou igualmente decidido criar uma “Agenda UE para Turismo 2030/2050”, um “Guia sobre Financiamento UE para o Turismo”, um “Certificado Digital Covid” e um “EU Tourism Dashboard”. Destas quatro iniciativas, duas já foram implementadas: o Guia, para as empresas saberem com que linhas podem contar a nível do setor turístico em cada país, e o Certificado digital Covid que, como afirmou Luís Araújo, é “uma das principais ferramentas para a retoma do turismo a nível europeu”.

Reativar Portugal

Nestes últimos seis meses, Portugal também tem inovado. “Tudo isto que nos toca a nível europeu, toca-nos a nível nacional. E esta tem sido a riqueza destes últimos seis meses”, disse o presidente do Turismo de Portugal, destacando dois projetos que visam reativar o setor no território nacional: o plano “Reativar o Turismo, Construir o Futuro” e o “Plano Turismo Sustentável”.

Luís Araújo termina a sua intervenção apresentando a atual perceção externa de Portugal, com base num estudo de 2019 encomendado pelo Turismo Portugal à Young & Rubicam, em cooperação com o MIT e com a Universidade de Dortmund, aos 10 principiais mercados emissores para Portugal. “Portugal, hoje, é líder a nível de posicionamento enquanto país e marca em qualquer um dos mercados em que fizemos a análise”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img