Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

Preço médio dos hotéis do Mediterrâneo sobe acentuadamente de 2019 para 2022

A empresa Mabrian, fornecedor mundial de análise de dados e inteligência turística, analisou a evolução, de 2019 a 2022, dos preços dos hotéis nos principais destinos do Mediterrâneo, entre 25 de junho e 7 de agosto. A Grécia regista uma das maiores subidas, com o preço médio a subir 62,7% nos hotéis de 4 estrelas e 110% nas unidades de 5. Portugal ficou em quinto lugar na lista dos destinos mais caros, com aumentos na tarifa média dos hotéis de 4 e 5 estrelas.

Portugal não registou qualquer diferença (0%) na tarifa média dos hotéis de 3 estrelas, mas de 2019 a 2022, houve um aumento de +10,4% nos hotéis de 4 estrelas e de +18,3% nos de 5, ficando em quinto lugar na lista nas três categorias.

A Grécia encontra-se em primeiro lugar, com aumentos nas tarifas nos hotéis de 3 (+19,2%), 4 (+62,7) e 5 estrelas (+110%). Assim, passa a ter os hotéis de 3 e 4 estrelas mais caros do mediterrâneo. Na categoria de 5 estrelas, é França que está em primeiro lugar, com uma tarifa média de 419€ (+13,2%). Apesar deste aumento, França registou uma descida da tarifa nos hotéis de 3 (-12%) e 4 estrelas (-11,3%).

“França é a principal exceção, com uma queda de 12% e 11,3% nos preços dos hotéis de 3 e 4 estrelas respetivamente – mas vale a pena notar que nem tudo são más notícias, uma vez que os hotéis de 5 estrelas continuam a ser os mais caros da região, a 419 euros por noite (e mais 13,2% em comparação com 2019)”, explica Carlos Sendra, diretor de vendas e marketing da Mabrian.

No caso de Espanha, há um aumento de 6,9% em 3 estrelas, 5,1% em 4 estrelas e 14,2% em 5 estrelas. Destacam-se também os preços do Egipto, “que subiram fortemente nas três categorias, 25%, 40,9% e 48,3%.”

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img