Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Terça-feira, Dezembro 6, 2022

SIGA-NOS:

Quando é a próxima revisão dos países da lista verde, pergunta o The Independent

Desde 17 de maio, que as viagens de lazer ao exterior estão autorizadas em Inglaterra, seguindo um sistema de semáforo, que classifica os destinos como vermelho, âmbar ou verde, de acordo com o nível de risco da Covid-19 nesses mesmos destinos.

De acordo com o ministro dos Transportes inglês, Grant Shapps, viagens de lazer só são recomendadas para países da lista verde; os viajantes são aconselhados pelo governo britânico a não viajar para países ‘âmbar’ e ‘vermelhos’ para lazer”, relembra o The Independent.

A “lista verde” foi revelada pela primeira vez a 7 de maio e, na mais recente atualização, a 3 de junho, Portugal foi removido, com as alterações a entrarem em vigor às 4h00 do dia 8 de junho.

A lista verde de países, que já era curta, conta agora apenas Israel, Gibraltar, Islândia, ilhas Faroe
Brunei, Ilhas Malvinas, Austrália, Nova Zelândia, Singapura, Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha, Geórgia do Sul e Ilhas Sandwich do Sul.

A grande questão agora é saber quando a lista verde será novamente atualizada. Espera-se que as listas sejam atualizadas “a cada três semanas”, escreve o The Independent. Esse prazo ditaria que a revisão da lista seria a 24 de junho, com as alterações a entrar em vigor a partir de 29 de junho.

Quaisquer alterações às listas serão informadas por aconselhamento de saúde pública, incluindo a avaliação do Centro Conjunto de Biossegurança dos dados mais recentes.

“Esses pontos de revisão regulares permitirão ao governo equilibrar a ajuda ao público para entender os requisitos da Covid ao viajar para a Inglaterra, enquanto nos permite avaliar constantemente o risco para diferentes países”, de acordo com o Departamento de Transporte (DfT).

O governo também publicará uma lista de observação verde no futuro, para fornecer uma indicação de quais países correm o risco de mudar de verde para âmbar.

Quantos aos países provavelmente serão adicionados, “não há garantias, mas tem havido muita especulação de que os EUA e grande parte da Europa podem entrar na lista verde em algum momento deste verão”, refere o jornal.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img