Domingo, Janeiro 29, 2023
Domingo, Janeiro 29, 2023

SIGA-NOS:

Reservas em OTA’s crescem 9% no verão de 2022, revela estudo do Eurostat

Durante o terceiro trimestre de 2022, que incluiu os tradicionais meses de férias de verão de julho e agosto, os hóspedes passaram cerca de 251 milhões de noites em alojamento local na União Europeia, reservadas via Airbnb, Booking, Expedia Group ou TripAdvisor, um aumento de cerca de 24%, face ao período homólogo de 2021. O número total de noites na Europa ultrapassou os níveis (+9%) registados no verão de 2019, ano em que as OTA’s registaram cerca de 230 milhões de dormidas, revela um estudo da Eurostat publicado esta segunda-feira.

Após uma recuperação gradual dos números de reservas durante a segunda metade de 2021, no primeiro semestre de 2022, as reservas atingiram e ultrapassaram os níveis pré-pandémicos pela primeira vez. Nos primeiros seis meses do ano passado, foram reservadas 199,4 milhões de noites, em comparação com 83,8 milhões no mesmo período de 2021 (período ainda afetado por restrições de viagem devido à covid-19) e 193,3 milhões de noites em 2019, um aumento de 3,2%. O aumento tornou-se muito mais pronunciado no terceiro trimestre, com 250,9 milhões de noites, contra 202,3 milhões em 2021 e 230,4 milhões em 2019.

Embora as comparações com 2021 documentem uma recuperação robusta em todos os 31 países (UE e países da EFTA), houve diferenças em relação a 2019. As noites passadas na Bélgica, Suécia e França no terceiro trimestre de 2022 aumentaram cerca de 30%, mas 12 membros da UE ainda estavam atrasados em relação aos níveis de 2019: Portugal (-4%) foi o país mais proeminente, com uma diminuição significativa.

As regiões costeiras permaneceram populares na primavera de 2022

Os destinos tradicionais de férias costeiras permaneceram populares no segundo trimestre de 2022. As regiões mais populares foram a Andaluzia, em Espanha, com 6,5 milhões de noites; Jadranska Hrvatska, na Croácia, com 5,5 milhões de noites e Provence-Alpes-Côte d’Azur, em França, com 5,2 milhões noites passadas em acomodações de curta-duração. Estas três regiões, assim como Catalunha em Espanha e a Île de France em França, que registaram mais de 4 milhões de dormidas cada uma.

Em Portugal, as regiões que registaram o maior número de dormidas entre abril e junho de 2022 foram a Área Metropolitana de Lisboa (2.589.633 noites) e o Algarve (2.292.566 noites). Segue-se a região Norte, com 1.740.400 noites, a Região Autónoma da Madeira, com um total de 565.224 noites, e o Centro de Portugal, com 533.400 noites. As regiões com o menor número de dormidas neste período foram o Alentejo (176.909) e os Açores (260.818).

Neste estudo da Eurostat, 20 regiões europeias destacaram-se com o maior número de dormidas, sendo que seis dessas regiões ficam localizadas em França, seis em Espanha, cinco regiões em Itália, duas em Portugal – Algarve e Área Metropolitana de Lisboa – e uma na Croácia.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img