Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

SIGA-NOS:

Reservas nos voos da TAP entre Reino Unido e Portugal mais do que duplicam

A entrada de Portugal na “green list” de destinos de Inglaterra teve um impacto positivo na procura de voos entre o Reino Unido e Portugal. Segundo informa a companha, de 7 a 11 de maio, o volume de reservas para voos da TAP entre os dois países mais do que duplicou, em vendas no site da companhia, face ao mesmo período da semana anterior (30 de abril a 04 de maio) imediatamente anterior à inclusão de Portugal na “green list”. O crescimento no número de reservas foi de 131 por cento, refere a companhia em nota de imprensa.

“Para dar resposta ao aumento de procura, também potenciado por uma campanha promocional do destino Portugal a que a TAP deu início no mercado inglês, com o claim “Unlock Portugal”, a Companhia aérea nacional vai aumentar consideravelmente a sua oferta de voos entre os dois países no próximo mês”, lê-se na nota da companhia.

Em junho, entre Lisboa e Londres/Heathrow, a TAP aumenta dos atuais 10 voos por semana, para 19 voos semanais. A TAP vai ainda retomar a rota entre a capital portuguesa e o aeroporto londrino de Gatwick, com voos cinco vezes por semana.

Entre o Porto e Londres Gatwick, a TAP aumenta de quatro para sete o número de voos semanais também já a partir de junho.

Para o Algarve ou Madeira, destinos portugueses de maior procura do mercado inglês, a companhia não refere nenhuma ligação direta.

Fim de restrições a viagens não essenciais

Em comunicado, a companhia destaca ainda o levantamento, esta segunda-feira, dia 17, das restrições impostas à entrada de passageiros em viagens não essenciais em Portugal. Além da entrada de turistas britânicos, “são mais de 20 os países para onde a TAP opera atualmente e cujos passageiros podem agora viajar em lazer para Portugal”, sublinha a companhia.

Estão na lista destes países: Alemanha, Angola, Bélgica, Cabo Verde, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, França, Gana, Guiné-Bissau, Irlanda, Itália, Luxemburgo, México, Moçambique, Polónia, Reino Unido, República Checa, São Tomé, Senegal e Suíça. O levantamento das medidas restritivas permite agora a entrada de turistas estrangeiros em Portugal, promovendo o turismo e a economia nacional.

Apenas permanece a limitação a viagens por motivos essenciais para passageiros com origem de países onde a taxa de incidência de COVID-19 permaneça igual ou superior a 500 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Esta decisão deixa assim de fora três países para onde a TAP está a operar: Brasil, Holanda e Suécia.

No total, a TAP está a operar 248 voos semanais para destinos europeus e 31 voos semanais para destinos africanos. Já entre Portugal e o Brasil, a Companhia está a operar um total de 26 voos por semana. E na América do Norte um total de 16 voos semanais. Como já anunciado, a TAP está a realizar, na América Central, três voos por semana entre Lisboa-Cancun.

A oferta da TAP representa em maio 34% e em junho 49% da capacidade, face a iguais períodos de 2019, pré-pandemia.

A lista de rotas e respetivo número de voos pode ser consultada aqui. “Esta lista poderá ser ajustada sempre que as circunstâncias o exijam, face à dinâmica da evolução das imposições e restrições dos vários países, em virtude da evolução da pandemia como da evolução da procura”, informa a tansportadora.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img