Quinta-feira, Setembro 29, 2022
Quinta-feira, Setembro 29, 2022

SIGA-NOS:

Rota vai potenciar turismo ao longo da Estrada Nacional 16 entre Aveiro e Vilar Formoso

Várias entidades estiveram reunidas na passada quarta-feira, dia 31 de agosto, em Fornos de Algodres, no distrito da Guarda, com o objetivo de prepararem um projeto para potenciar o turismo ao longo da Estrada Nacional 16 (EN16), que liga Vilar Formoso a Aveiro.

O encontro serviu para potenciar o produto turístico “EN16”, considerado um projeto “estruturante” para o concelho de Fornos de Algodres e para a região, como referiu à agência Lusa o presidente da autarquia, Manuel Fonseca.

Segundo o autarca anfitrião, participaram na reunião representantes do Turismo Centro de Portugal, do Turismo de Portugal, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, das Comunidades Intermunicipais da Região de Aveiro, Viseu Dão Lafões e Beiras e Serra da Estrela e dos municípios de Aveiro, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Águeda, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Guarda, Pinhel, Almeida, Viseu, Vouzela, Mangualde, Oliveira de Frade e São Pedro do Sul.

De acordo com Manuel Fonseca, a reunião em Fornos de Algodres surgiu no seguimento de uma outra realizada em Vouzela, em dezembro de 2021.

O projeto de criação da rota turística envolve todos os municípios por onde a EN 16 passa e o objetivo é criar “um produto turístico que potenciasse tudo o que de bom existe” nos concelhos abrangidos.

O responsável referiu que a rota turística que está em preparação “é um produto muito idêntico” ao que já existe em relação à Estrada Nacional 2 (EN2).

“Há algumas diferenças, uma vez que a EN16 é uma estrada mais pequena, que permite percursos mais pequenos, mas entendemos, tendo em conta o historial desta estrada, quando foi construída, e a importância que teve para esta região do interior, que devíamos potenciar este produto”, justificou.

O projeto, que também envolve a Infraestruturas de Portugal, permitirá que futuramente a EN16 faça parte das rotas turísticas nacionais e seja “um ponto de interesse” para os visitantes da região.

No caso de Fornos de Algodres, o presidente da autarquia lembrou que o percurso da EN16 tem cerca de seis quilómetros e “todos eles são mesmo junto à vila”.

“É um projeto que tem muitas pernas para andar e será importante não só para o concelho de Fornos de Algodres, mas também para os outros concelhos onde a EN16 passa”, disse, lembrando que no distrito da Guarda a via também atravessa os municípios de Celorico da Beira, Guarda, Pinhel e Almeida.

No âmbito da iniciativa, no início da próxima semana, em Viseu, será assinado um protocolo pelas Comunidades Intermunicipais de Dão Lafões, Aveiro e Beiras e Serra da Estrela.

A EN16 atravessa 14 municípios dos distritos de Guarda, Viseu e Aveiro e tem uma extensão de 220 quilómetros.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img