Quinta-feira, Setembro 29, 2022
Quinta-feira, Setembro 29, 2022

SIGA-NOS:

Setor do turismo despede-se da rainha Isabel II

O mundo do turismo também se despede da rainha Isabel II, que morreu na quinta-feira, dia 8 de setembro, aos 96 anos de idade. Empresas da indústria turística como a British Airways, Qantas, Jet2.com e grupo TUI enviaram as suas condolências e prestaram homenagem à monarca. Além das principais empresas do setor, a Association of British Tour Operators and Agencies (ABTA) também expressou as suas condolências.

“A triste notícia da morte de Sua Majestade marca o fim de um longo e glorioso reinado. A perda será profundamente sentida não só por milhões de britânicos, mas também por todo o mundo, nos muitos países que a rainha visitou durante o seu reinado”, afirmou a ABTA.

A British Airways também expressou palavras emotivas de afeto pela Família Real. “Estamos profundamente honrados e orgulhosos por termos voado com a rainha em várias ocasiões, momentos que iremos sempre acarinhar”, disse a companhia aérea, sublinhando que “Sua Majestade demonstrou durante tanto tempo uma imensa resiliência e encorajou-nos a estarmos juntos para enfrentarmos tempos difíceis”.

A companhia aérea Quantas também recordou como teve “a honra” de operar vários voos turísticos para a rainha ao longo das décadas. “Hoje, a Qantas partilha a tristeza enquanto o mundo chora o falecimento de Sua Majestade, a rainha Isabel II”, afirmou a empresa de aviação.

Uma das suas comandantes, Georgina Sutton, recordou a sua experiência de voo com a monarca numa das suas viagens pela Austrália. “O ponto alto da minha carreira foi a possibilidade de pilotar um avião da Qantas, em 1992, que trazia a bordo Sua Majestade e o Duque de Edimburgo. Lembro-me da emoção que senti ao observar a rainha através do cockpit. Estenderam um longo tapete vermelho e Sua Majestade subiu as escadas com a sua mala de mão de marca registada sobre o braço”, contou.

Fritz Joussen, CEO do grupo TUI, também publicou uma mensagem calorosa nas redes sociais. “Fazemos uma pausa e curvamos as nossas cabeças em silêncio e gratidão à rainha e ao trabalho da sua vida”, disse Jossen, que elogiou a sua carreira. “Durante o seu reinado, alcançou uma perspetiva única sobre as mudanças políticas e sociais das últimas sete décadas. O mundo vai sentir falta desta riqueza de experiência. O que restará é a admiração por uma vida extraordinária”, sublinhou.

A TUI UK também expressou palavras de afeto no seu adeus a Isabel II: “Gostaríamos de expressar o nosso profundo pesar após o anúncio da morte de Sua Majestade, a rainha. Juntamente com colegas de toda a empresa, enviamos as nossas condolências à Família Real”.

“Entristece-nos profundamente saber da morte de Sua Majestade Isabel II, e prestamos homenagem ao seu incrível reinado”, afirmou a companhia aérea Jet2.

A Cunard, marca do operador de cruzeiros Carnival Corporation, referiu que ficará “eternamente grata” pela sua associação de mais de 70 anos com a monarca, enquanto que a P&O Cruises agradeceu a Sua Majestade por ter nomeado dois dos seus navios – Oriana e Britannia.

Refletindo sobre os seus encontros com a rainha, o fundador do Virgin Group, Richard Branson, prestou homenagem à sua “força de espírito e sentido de dever”.

“Da participação em reuniões reais a eventos de celebração do empreendedorismo – a rainha sempre teve uma presença tão digna e estóica”, recordou Branson. “Era extremamente calma, muito astuta e uma grande ouvinte – o que são excelentes qualidades num líder”. A rainha também tinha um maravilhoso sentido de humor e interessava-se muito pelas pessoas que encontrava onde quer que fosse”, referiu, sublinhando que Sua Majestade “redefiniu o que significa ser um líder”.

Julia Simpson, presidente e chefe executiva do World Travel and Tourism Council, referiu-se a Isabel II como “a força mais incrível para o bem” que “conquistou os corações e o respeito das pessoas e nações de todo o mundo”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img