Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Valor total das 50 marcas de hotéis mais valiosas do mundo cai 33%

O valor total das 50 marcas de hotéis mais valiosas do mundo diminuiu 33% (19,1 mil milhões de euros) face às consequências da pandemia que levaram a que o setor hoteleiro estivesse praticamente paralisado. A Hilton mantém o título de marca de hotel mais valiosa do mundo, apesar de registar uma redução de 30% no valor da marca, para 6.3 mil milhões de acordo com o último relatório Brand Finance Hotels 50 2021.

Savio D’Souza , Diretor de Avaliação da Brand Finance , comentou: “O setor de hotéis paralisou completamente em relação ao ano anterior, cujas repercussões são demonstradas pela queda acentuada do valor da marca para quase todos as 50 marcas hoteleiras mais valiosas. O setor, porém, é resiliente. À medida que o mundo começa a abrir-se novamente, já estamos a assistir a uma forte melhoria nas reservas e níveis de ocupação em toda a linha, mostrando a força das marcas, apesar da turbulência do ano passado. ”

Hilton mantém a primeira posição

Hilton é novamente a marca de hotel mais valiosa do mundo, apesar de registar uma queda de 30% no valor da marca para 6,3 mil milhões. Embora a receita do Hilton tenha sofrido um impacto significativo desde o início da pandemia, a marca está a marca demonstra confiança na sua estratégia de crescimento, anunciando mais 17.400 quartos em pipeline, elevando o total para mais de 400.000 novos quartos planeados – um aumento de 8% face ao ano passado. A Hilton também ostenta o portfólio de hotéis mais valioso, com suas sete marcas que figuram no ranking atingindo um valor total de marca de 11,5 mil milhões de euros.

O rival do Hilton, Marriott (com queda de 60% para 2 mil milhões de euros), caiu do segundo para o quinto lugar, depois de perder mais da metade do valor de sua marca. No ano passado, a receita mundial da marca disponível por quarto caiu 60% em relação a 2019 e a taxa de ocupação média anual foi de apenas 36% no ano.

Hyatt chega ao segundo lugar

Contrariando a tendência do setor, já que uma das duas únicas marcas no ranking a registar crescimento de valor de marca é Hyatt (aumento de 4% para 3,9 mil milhões de euros). Apesar do grande impacto da pandemia no seu desempenho, o crescimento líquido dos quartos da Hyatt tem sido forte, com a abertura de 72 hotéis e a entrada em 27 novos mercados. Além disso, a marca continuou a executar novas contratações para manter o seu pipeline, que representam um crescimento de mais de 40% dos quartos de hotel existentes no futuro.

Taj é o mais forte do setor

Além de medir o valor geral da marca, o Brand Finance também avalia a força relativa das marcas, com base em fatores como investimento em marketing, a familiarização com o cliente, satisfação da equipa e reputação corporativa. De acordo com esses critérios, o Taj (valor da marca 247 milhões de euros) é a marca de hotel mais forte do mundo, com uma pontuação do Índice de Força da Marca (BSI) de 89,3 em 100 e uma classificação de força da marca AAA.

Além de analisar as marcas de hotéis mais valiosas do mundo, a Brand Finance também classifica as 10 marcas mais valiosas no setor de lazer e turismo em geral. Este ano, o valor total das 10 marcas mais valiosas de lazer e turismo do mundo diminuiu 40%.

Apesar de booking.com registar uma perda de valor de marca de 19% para 6,9 mil milhões de euros, ultrapassou o Airbnb (caiu 67% para 2,8 mil milhões de euros) e tornou-se a marca de lazer e turismo mais valiosa do mundo. A marca com a queda mais rápida neste ano, a Airbnb, cortou um quarto de sua força de trabalho no ano passado e foi forçada a reduzir as novas iniciativas que tinha em vista, incluindo resorts de luxo e voos.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img