Sábado, Julho 13, 2024
Sábado, Julho 13, 2024

SIGA-NOS:

4 tendências a ter em conta nas viagens de negócios em 2024, segundo a SAP Concour

-PUB-spot_img

As empresas e os seus gestores têm enfrentado desafios constantes no último ano, desde tensões geopolíticas até problemas económicos. Neste contexto, as empresas já estão a considerar os desafios que as aguardam em 2024. Especialistas da SAP Concur, fornecedor de soluções integradas de gestão de viagens, identificaram quatro tendências que as organizações devem ter em conta ao analisar as suas estratégias de viagens e despesas para o próximo ano.

Os especialistas em viagens e despesas poderão oferecer orientação estratégica e utilizar a tecnologia adequada para proporcionar oportunidades aos seus colaboradores, tendo em consideração estas quatro tendências, de acordo com o referido relatório:

Inteligência artificial (IA) para desenvolver estratégias

A adopção da Inteligência Artificial (IA), automação e análise de dados emerge como uma ferramenta vital para as organizações desenvolverem estratégias mais robustas. Esta abordagem visa proporcionar recomendações precisas e fundamentadas em dados, como o timing ideal para reservar viagens ou realizar reuniões, com o intuito de minimizar custos.

Continuação da redução de custos

Apesar da contínua prudência na elaboração de orçamentos, surgem conflitos com os viajantes de negócios. Segundo um estudo recente da SAP Concur, 92% dos viajantes corporativos consideram as suas viagens essenciais para o sucesso profissional, mas a persistência na redução de custos levanta preocupações e desafios.

Sustentabilidade e NDC como padrões em programas de viagens

A aceleração do NDC (novo padrão de comunicação técnica para distribuir tarifas e serviços de companhias aéreas) abordará desafios do setor e impactará diretamente nos custos. A sustentabilidade e iniciativas corporativas relacionadas à diversidade, equidade e inclusão também se tornarão padrões nos programas de viagens de negócios, impondo novas responsabilidades aos gestores de viagens.

‘Duty of care’ mais importante do que nunca

O dever de proteção sempre foi uma consideração crucial, mas a incerteza global, as mudanças climáticas e a tendência de trabalhar de qualquer lugar exigirão que as empresas o tratem como uma prioridade estratégica. O aumento das reservas online torna mais difícil rastrear os viajantes, tornando essencial gerenciar rapidamente o seu retorno em caso de emergência.

Um relatório da SAP Concur revela que quase um em cada cinco funcionários trabalhou no estrangeiro nos últimos 12 meses sem informar os seus empregadores. Dado que as mudanças climáticas aumentam a probabilidade de eventos extremos, como incêndios florestais, inundações ou poluição atmosférica extrema no futuro, a questão do dever de diligência tornar-se-á cada vez mais relevante.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img