Domingo, Fevereiro 25, 2024
Domingo, Fevereiro 25, 2024

SIGA-NOS:

AI

Segundo um artigo da Forbes Magazine onde várias definições de Inteligência Artificial (AI) são apresentadas, escolhi a da Merriam Webster* que nos diz o seguinte:

“A branch of computer science dealing with the simulation of inteligente behavior in computers”

Basicamente estamos aqui perante um ramo da ciência que tem como intuito ensinar computadores a pensarem como humanos e a replicarem os nossos comportamentos e a nossa forma de agir.

Nos dias de hoje assistimos a um crescendo intenso de novas tendências no âmbito das comidas e bebidas. Carnes que não são carnes mas sabem como carnes, insetos e outros “seres” comestíveis riquíssimos em proteínas, ervas criadas em estufas ambulantes, ingredientes transformados a nível molecular para maximizar e estimular ao limite os nossos sentidos…

Este mercado que outrora era razoavelmente estável e “lento” em mudanças, hoje em dia, com tudo o que atrás referi e com a ajuda das redes sociais, está a tornar-se uma loucura para quem pretende estar a par, sintonizado e a tentar “adivinhar” o que o futuro nos reserva.

Podemos numa base diária procurar através da “internet” em sites, redes como o facebook e instagram, bloguers e influencers (sim porque não existem bolas de cristal) para onde está o mercado a ir e quais os novos gostos dos consumidores mas, para termos uma ideia, só no Instagram existem mais de 350 milhões de posts com hashtags como #foodtrends e assim, facilmente constatamos que é humanamente impossível seguir tudo.

Ora bem, é aqui que a Inteligência Artificial entra em ação!

Recentemente descobri que existe uma plataforma online inteligente chamada de “Tastewise” e segundo parece, a mesma não só nos permite saber quais são as novas tendências como também o porquê das mesmas surgirem.

De uma forma muita simplista, o que esta “plataforma” faz é analisar mais de 150 mil menus do mundo inteiro, mais de 1 milhão de receitas e milhões de posts que são colocados diariamente nas redes sociais. Através de filtros “inteligentes” e de algoritmos secretos, consegue assim facultar informação fidedigna aos players do sector o que lhes permite “adivinhar” o que irá acontecer, por exemplo em 2022.

Na verdade, quer queiramos quer não, a inteligência artificial já faz parte das nossas vidas e sem darmos por isso, convive connosco no dia-a-dia. Nós aqui no NEXT ainda temos as “nossas cabecinhas pensadoras” mas recorremos também, e cada vez mais, às novas tecnologias (sempre com o objetivo de melhorar performances e desempenhos junto de quem nos visita).

*é uma editora estadunidense que publica livros de consulta, especialmente dicionários originados do An American Dictionary of the English Language, de Noah Webster, de 1828.

Por Ricardo Augusto

É hotel manager do NEXT da Savoy Signature, na Madeira, Founder & CEO da REDE-T, rede de profissionais na área de turismo, hotelaria e restauração.

avatar

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img