Sábado, Junho 15, 2024
Sábado, Junho 15, 2024

SIGA-NOS:

Air France-KLM compromete-se com metas alinhadas com o Acordo de Paris

O Grupo Air France-KLM e as suas companhias aéreas anuciaram esta sexta-feira, dia 5 de novembro, o compromisso de “reduzir a pegada ambiental como parte de uma abordagem transparente e responsável aos desafios do aquecimento global”, segundo comunicado de imprensa da companhia. Este novo passo na estratégia de descarbonização do Grupo junta-se ao objetivo de zero emissões até 2050.

O Grupo comprometeu-se com a validação das suas metas de redução de emissões de CO2 pela organização SBTi (Science Based Targets), fundada pelo Carbon Disclosure Project (CDP), o Pacto Global das Nações Unidas e o World Wildlife Fund (WWF). A SBTi tem como objetivo avaliar e verificar as metas de redução de emissões de CO2 das empresas baseada numa abordagem e em critérios científicos, de forma a garantir que os objetivos estejam alinhados com o Acordo de Paris.

A carta de compromisso assinada com a SBTi, no final da semana passada, coloca o Grupo Air France-KLM e as suas companhias aéreas no percurso determinado por este Acordo, que pretende limitar o aquecimento global a uma meta abaixo dos 2°C. A Air France-KLM é um dos primeiros grupos de companhias aéreas europeias a ter a sua trajetória de descarbonização aceita pela SBTi.

“A emergência climática é, sem dúvida, o maior desafio que o nosso setorenfrenta hoje.Todos os colaboradores do Grupo e as suas companhias aéreas trabalham há muitos anos para reduzir a sua pegada ambiental, mas agora precisamos acelerar a nossa transição para um transporte aéreo mais sustentável”, afirmou Benjamin Smith, CEO do Grupo Air France-KLM. “O compromisso da SBTi ilustra a nossa determinação em alcançá-lo, ao colocar a nossa trajetória de redução de emissões dentro de um quadro cientificamente indiscutível e exigente. Assinámos esse compromisso porque estamos confiantes na nossa capacidade de fazer essa transição coletivamente, juntamente com as nossas equipas, os nossos clientes e todos os nossos parceiros”, concluiu.

A trajetória de descarbonização do grupo Air France-KLM, de acordo com o comunicado, baseia-se principalmente em:

·         “Um ambicioso plano de renovação da frota das companhias aéreas do Grupo com aviões de última geração, que emitem 20 a 25% menos CO2. Entre 2019 e 2021, o Grupo investiu 2,5 mil milhões de euros na renovação da frota”.

·         “O uso de Combustíveis de Aviação Sustentáveis ​​(SAF). Estes combustíveis não fósseis são produzidos a partir de resíduos industriais ou domésticos numa economia circular e não competem com a cadeia alimentar humana. A Air France e a KLM foram pioneiras no uso desses combustíveis, que vão desempenhar um papel fundamental na descarbonização do transporte aéreo, já que reduzem as emissões de gases de efeito-estufa em cerca de 80% ao longo de todo o ciclo de vida. Hoje, o Grupo está a trabalhar para tornar esses combustíveis mais acessíveis em termos de quantidade e preço, criando uma verdadeira indústria de combustível de aviação sustentável na Europa”.

·         “A busca por maior eficiência nas suas operações, privilegiando trajetos mais diretos e aplicando procedimentos que limitam o consumo de combustível (aeronaves mais leves, monomotor para o estacionamento/táxi, descida contínua). A Air France e a KLM estabeleceram para si próprias a meta da neutralidade carbónicanas operações em terra até 2030”.

Além disso, a companhia aérea também está comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras para a criação de aeronaves, motores ou combustíveis sintéticos, que, gradativamente vão levar a uma aviação totalmente livre de carbono.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img