Sábado, Julho 13, 2024
Sábado, Julho 13, 2024

SIGA-NOS:

Algarve regista em 2023 número recorde de 5,13 milhões de hóspedes

-PUB-spot_img

O Algarve registou, em 2023, um somatório de recordes no turismo que contribuíram para um volume de receitas “nunca antes alcançado pelo setor nesta região”. No último ano, registou 5,13 milhões de hóspedes, o que significa que superou, tal como em 2019, os cinco milhões, culminando a procura de turistas nacionais e internacionais num crescimento de 1,4% face ao ano pré-pandemia e uma subida de 7,7% quando comparado com 2022.

Mesmo sem contabilizar as receitas de dezembro (que ainda não estão apuradas), o ano 2023 já pode ser apontado como o “mais frutífero para o turismo da região”. De janeiro a novembro, os proveitos globais da hotelaria superaram os 1500 milhões de euros no Algarve, mais 9,5% que o total dos 12 meses do ano anterior. Comparando os mesmos 11 meses de 2023 com o total do ano 2019, o acréscimo de receitas é ainda “mais expressivo”: 27%.

De acordo com os resultados preliminares do turismo nacional em 2023, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística na passada quarta-feira, o Algarve atingiu 20,38 milhões de dormidas, um crescimento de 6,4% face ao ano anterior (ainda a 2,5% de distância de 2019). A taxa de ocupação nas unidades hoteleiras cresceu para 57,8%, 7,3% além dos 53,9% de 2022 e acima dos 56,4% de 2019.

Responsável por dois terços do volume do golfe no país, no Algarve jogaram-se 1,4 milhões de voltas em 2023, número que constitui o “máximo histórico do golfe em Portugal”. A diversidade de recordes para a região inclui o Aeroporto Gago Coutinho, porta de entrada para 9,64 milhões de passageiros. O aeroporto de Faro “nunca tinha recebido tantos passageiros, assinalando uma subida de 18% face a 2022 e 7% quando comparado com 2019, que era até agora o melhor ano turístico de sempre”, afirmou a entidade em comunicado.

“O Algarve é a região por excelência para as férias e períodos mais curtos de descanso de milhões de cidadãos nacionais e internacionais, que aqui encontram praia, golfe, gastronomia e enologia, e um património natural que se estende do mar à serra”, destacou André Gomes, presidente do Turismo do Algarve.

“Na nossa região, a amplitude de produtos turísticos vai do descanso puro à prática de desportos em terra, no ar e no mar. Os nossos visitantes podem escolher entre caminhadas junto à costa, passeios de bicicleta no barrocal e serra em percursos de enorme beleza, atividades náuticas, paraquedismo, motociclismo e automobilismo no mais evoluído autódromo de Portugal, e até a prova de ciclismo profissional com maior número de estrelas internacionais realizada no país. O Algarve é um tesouro incontornável, e nunca como em 2023 isso teve tanta expressão no número de hóspedes, nos passageiros do aeroporto e nos proveitos da hotelaria”, salientou André Gomes.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img