Quarta-feira, Abril 17, 2024
Quarta-feira, Abril 17, 2024

SIGA-NOS:

ARAC convicta que rent-a-car seja porta-estandarte da descarbonização da mobilidade automóvel

A ARAC – Associação Nacional dos Locadores de Veículos realizou, no passado dia 19 de fevereiro, uma reunião das empresas do setor de aluguer de automóveis sem condutor em regime de curta duração (rent-a-car). Durante a reunião, a ARAC chegou a um consenso: “Temos a convicção de que o rent-a-car será neste século o porta-estandarte da descarbonização da mobilidade automóvel e da racionalização do número de veículos em circulação, nomeadamente através da alteração do paradigma da propriedade pelo da utilização”.

Para cumprir este objetivo, a frota de veículos de emissões zero disponíveis em rent-a-car já atinge as 3.500 unidades no continente, e as 30 unidades no arquipélago dos Açores, tendo as empresas de aluguer de veículos sem condutor vindo a adquirir um grande número de veículos híbridos, maioritariamente plug-in. Apesar deste investimento, os “postos de carregamento ainda são insuficientes. Se no continente existem vários postos de carregamento na via pública, com custos reduzidos ou até mesmo gratuitos, nas regiões autónomas estes ainda só se localizam em postos de abastecimento, acarretando custos mais elevados”, afirmam.

A reunião, que teve lugar no Hotel Marina Atlântico, em Ponta Delgada, contou com a presença de Luís Rego, delegado e vogal do Conselho Diretor representante dos Açores e Madeira; Joaquim Robalo de Almeida, secretário-geral; e de 90% do setor a operar nesta região.

No decorrer da reunião foram abordados os seguintes temas: o ano Turístico de 2023 – rent-a-car com apresentação dos principais elementos estatísticos; perspetivas para o ano turístico de 2024; revisão dos quadros legislativos do rent-a-car e rent-a-cargo; a IA – Inteligência Artificial no rent-a-car e rent-a-cargo; e a eletrificação da frota de rent-a-car.

Além do combate às emissões de carbono por via da substituição de veículos a combustão por veículos mais amigos do ambiente, as empresas de locação de veículos sem condutor há muito que perceberam ter em termos de gestão ambiental de reduzir o uso de papel, nomeadamente na celebração de contratos de aluguer, arquivo de documentação e faturação, realizando atualmente muitas empresas todos estes procedimentos com recurso a meios digitais.

No topo destes procedimentos encontram-se as empresas que já possuem meios de entrega e devolução de viaturas com total automatismo com recurso a evoluídas plataformas de reservas, celebração de contratos e disponibilização dos veículos contratados através de quiosques digitais, situação que há alguns anos poderia parecer ficção científica.

Toda esta permanente evolução que “não cessará nunca”, tem como principal objetivo a “prestação de um serviço de excelência ao cliente”, sendo que a modernização e tecnologia de vanguarda “há muito fazem parte do ADN das empresas de locação meios de mobilidade sem condutor”.

Cumpre ainda ressalvar a diminuição da procura, em cerca de 50%, do rent-a-car nos Açores, devido à diminuição de voos disponíveis para Ponta Delgada. Ao contrário do que sucedia anteriormente, em que eram feitos cerca de quatro voos diários pela companhia Ryanair, atualmente esse número é apenas quatro voos semanais.

A ARAC vai realizar ainda no primeiro semestre reuniões regionais com as empresas suas associadas no Norte, Centro e Lisboa.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img