Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

Budapeste vai ser a sede do CAPA Airline Leader Summit nos dias 16 e 17 de março

A CAPA (Centre for Aviation), anunciou esta quinta-feira que o CAPA Airline Leader Summit regressa em 2023 com o evento ‘Airlines in Transition’. O evento principal, da série de cimeiras globais da CAPA em 2023, terá lugar nos dias 16 e 17 de março em Budapeste, na Hungria, e examinará os aspetos mais importantes do mercado global da aviação, à medida que as viagens aéreas saem da era pandémica e caminham para uma recuperação total.

Esta cimeira de dois dias reunirá CEO’s e outros executivos de centenas de companhias aéreas, aeroportos e principais fornecedores da indústria de todo o mundo. “O principal evento da CAPA, o Airline Leader Summit, oferece uma oportunidade única para obter uma visão estratégica de alto nível e uma compreensão aprofundada da aviação global, bem como oportunidades únicas e valiosas de networking”, salienta a CAPA em comunicado de imprensa.

O foco para a edição de 2023 serão as mudanças e os desafios contínuos que a pandemia de covid-19 trouxe para o setor, bem como a análise das respostas competitivas e as adaptações às novas realidades do mercado. Os especialistas do setor da CAPA, juntamente com os líderes globais da aviação, fornecerão “insights” e perspetivas sobre a transição para o período pós-covid.

Segundo comunicado, os palestrantes incluem CEOs de grandes companhias aéreas, LCCs (companhias low cost) e aeroportos, juntamente com executivos da indústria em finanças, operações/estratégia, tecnologia da informação e sustentabilidade.

Através de apresentações, painéis, sessões de perguntas e respostas e entrevistas, a cimeira irá explorar uma série de tópicos importantes, nomeadamente a forma como a covid-19 mudou a situação operacional das companhias aéreas, aeroportos e fornecedores de viagens; as estratégias de sustentabilidade da aviação e o processo de descarbonização; as perspetivas económicas imediatas e os seus impactos na recuperação da indústria; as perspetivas para o regresso das viagens internacionais de/para a China.

Outros temas que também serão abordados são: A perturbação, a tecnologia e as novas expectativas dos passageiros para o processo de viagem; o sucesso recente do setor LCC (companhias low cost) e as estratégias pós covid-19; as principais tendências para o setor aeroportuário, incluindo a sustentabilidade e a resolução de lacunas de capacidade; e as mudanças estruturais nas viagens de negócios e as perspetivas do segmento para 2023.

Já estão confirmados mais de 15 CEO’s e presidentes de companhias aéreas, juntamente com dezenas de outros executivos de todo o espetro do sector do transporte aéreo, nomeadamente Christine Ourmières, CEO da TAP Air Portugal; Mesfin Tasew Bekele, CEO da Ethiopian Airlines; Robert Carey, presidente da Wizz Air; Martin Gauss, presidente e CEO da airBaltic; Max Kownatzki, CEO da SunExpress; Bjørn Tore Larsen, CEO da Norse Atlantic Airways; Merren McArthur, CEO e presidente da Lynx Air; Raúl Medina Caballero, diretor general da EUROCONTROL; Jiri Marek, CEO da Air Serbia; Birgir Jonsson, CEO da Play; e Patrick Byrne, CEO da CityJet.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img