Quarta-feira, Abril 17, 2024
Quarta-feira, Abril 17, 2024

SIGA-NOS:

Cuba elimina quarentena obrigatória a 7 de novembro

O Ministério do Turismo de Cuba anunciou esta terça-feira, dia 19, a eliminação da quarentena obrigatória para viajantes internacionais à chegada ao país a partir de 7 de novembro, assim como a obrigatoriedade de realização de um teste PCR na fronteira.

Este anuncio faz parte de uma plano de preparação para a reabertura controlada e faseada das das fronteiras no próximo dia 15 de novembro; data em que mais de 90% da população cubana estará vacinada, informa o ministério, em nota publicada no site.

Os trabalhadores do setor de turismo e trabalhadores de transportes, alfândega, imigração e aviação, juntamente com os de Saúde Pública, foram os primeiros a serem vacinados, e antes de 15 de novembro, receberão uma dose de reforço.

O ministério, através da sua página, também fez saber quais as medidas de controlo sanitário em vigor: todos os viajantes internacionais (cubanos ou estrangeiros) que cheguem ao país deverão apresentar um passaporte sanitário ou certificado internacional anti-COVID-19 das vacinas certificadas pelos órgãos reguladores correspondentes. Os que não apresentarem passaporte de saúde ou certificação internacional de vacinação anti-COVID-19 devem apresentar um teste negativo PCR, realizado no máximo 72 horas antes da viagem, num laboratório certificado no país de origem.

Crianças menores de 12 anos, independente de sua nacionalidade, estarão dispensadas de apresentar certificado de vacinação ou teste de RT-PCR.

Ao embarcar no voo de origem, as companhias aéreas exigirão aos seus passageiros que apresentem um comprovativo de vacinação ou teste RT-PCR negativo aplicado com 72 horas de antecedência. Será solicitada a apresentação da Declaração de Saúde do Viajante (Declaração de Saúde). A equipa do Controle Sanitário Internacional colherá aleatoriamente uma amostra para RT-PCR no aeroporto.

O uso obrigatório da máscara é mantido dentro dos terminais aéreos e portuários, bem como em todo o país.

O ministério informa ainda que a vigilância epidemiológica do controlo sanitário internacional será mantida em todos os pontos de entrada: portos, aeroportos, marinas.

“Todos os viajantes internacionais que chegarem ao país por qualquer ponto de entrada e apresentarem sinais e sintomas de COVID-19 ou outra doença transmissível, serão encaminhados para instituição de saúde designada para esse fim e será realizado o teste PCR-RT”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img