Quarta-feira, Abril 17, 2024
Quarta-feira, Abril 17, 2024

SIGA-NOS:

“É uma pena que este compromisso não se estende aos voos que fazem parte de um pacote”, diz ECTAA

A EU travel tech, a Associação da Indústria para Serviços de Viagens de Tecnologia, e a ECTAA, a Associação Europeia de Agentes de Viagens e Operadores Turísticos, consideram uma “boa notícia” o compromisso assumido por 16 companhias aéreas europeias sobre as suas práticas de cancelamento e reembolso.


“Este resultado é fruto de uma ação coletiva lançada pela Rede de Cooperação para a Defesa do Consumidor em fevereiro de 2021”, constatam as associações em comunicado.

“As companhias aéreas comprometeram-se a finalmente resolver o seu completo desrespeito pela obrigação legal de reembolso dos direitos dos passageiros ao abrigo da legislação europeia. Para muitos consumidores, será um alívio finalmente receber o dinheiro de volta para um voo que foi cancelado devido ao COVID-19 há muitos meses”, referem.

As associações exortam a Comissão Europeia e a Rede de Cooperação para a Defesa do Consumidor “a acompanhar de perto o implementação destes compromissos e do respeito geral das companhias aéreas pelos direitos dos passageiros”. No caso das companhias aéreas não cumprirem as suas promessas, “devem ser tomadas medidas de fiscalização adequadas imediatamente”, defendem.


Para o presidente da ECTAA, Pawel Niewiadomski: “Esta é certamente uma boa notícia para os consumidores e agentes de viagens que estão a lutar para obter o reembolso para seus clientes. No entanto, é uma pena que este compromisso não se estende aos voos que fazem parte de um pacote, que está apenas a empurrar o problema para os operadores turísticos. Além disso, este compromisso voluntário não isenta o trabalho das autoridades locais e a Comissão Europeia para garantir que todas as companhias aéreas respeitem eficazmente os direitos dos passageiros da UE.”

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img