Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

França recupera comboio noturno para combater as mudanças climáticas

França reativou um tipo de transporte que parecia esquecido: os comboios noturnos. Esta é considerada uma alternativa real às viagens aéreas, especialmente após a proibição de voos internos para viagens de menos de duas horas e meia.

De acordo com a Agência Francesa do Meio Ambiente, uma viagem de avião emite até 45 vezes mais partículas de CO2 do que uma viagem ferroviária e é exatamente isso que as associações como a “Oui au train de nuit” defendem.

O governo francês começou a trabalhar e investiu 100 milhões de euros do seu plano de reconstrução económica para resgatar, renovar e promover os comboios noturnos. Após anos de abandono, o Estado francês retomou a conexão noturna Paris-Nice na primavera passada e espera expandir as três linhas atuais para dez até 2030.

O interesse recuperado neste tipo de transporte, que passou de 67 linhas em 2000 para apenas duas em 2016, também se deve ao flygskam, um movimento sueco popularizado há dois anos pela ativista juvenil Greta Thunberg. Este movimento faz parte de uma tendência europeia que envolve a Áustria, Suécia, Itália e Alemanha, e na qual se destaca a ausência de Espanha, que suprimiu as suas últimas conexões noturnas, como a de Madrid-Lisboa, no ano passado.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img