Sábado, Novembro 26, 2022
Sábado, Novembro 26, 2022

SIGA-NOS:

Governo deve dar prioridade às empresas e reforçar papel da Concertação Social, defende CTP

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) espera que o novo Governo dê prioridade à economia e às empresas, defendendo a necessidade do reforço da importância e do papel da Concertação Social.

Num comentário escrito enviado à Lusa sobre o resultado das eleições legislativas do passado domingo, dia 30 de janeiro, o presidente da CTP, Francisco Calheiros, começa por sublinhar que a confederação tem “defendido a necessidade de estabilidade governativa como essencial ao desenvolvimento económico e social de Portugal”, pelo que “regista que tal condição se encontra cumprida”.

“A CTP deseja agora que o novo Governo dê prioridade à economia e às empresas, para nos focarmos no crescimento económico e social do país, sendo necessário o reforço da importância e do papel da Concertação Social no âmbito de várias medidas estruturantes que são necessárias implementar”, afirma Francisco Calheiros.

Ao nível do setor do turismo, para a CTP as prioridades do Governo devem passar por “implementar na prática os apoios à capitalização das empresas para fazer face às consequências da pandemia” porque, segundo a confederação, “as empresas necessitam urgentemente de se recapitalizar para voltarem a investir e criar emprego”.

Francisco Calheiros disse que a CTP deseja ainda que seja tomada “uma decisão final sobre a construção do novo aeroporto na região de Lisboa”, considerando que “esta é uma das infraestruturas mais necessárias para o desenvolvimento do país”.

“A expectativa é de que o turismo regresse a índices de crescimento pré-pandemia” mas “não haverá crescimento, se um aumento da procura do destino Portugal não for acompanhado por infraestruturas que respondam a essa maior procura”, afirma o líder da confederação.

O PS alcançou a maioria absoluta nas legislativas de domingo e uma vantagem superior a 13 pontos percentuais sobre o PSD, numa eleição que consagrou o Chega como a terceira força política do parlamento.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img