Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

Grupo Costa inicia a utilização de biocombustíveis

Pouco tempo após anunciar a criação de um departamento dedicado à descarbonização, o Grupo Costa, com as suas duas empresas Costa Cruises e AIDA Cruises, deu um passo importante na sua estratégia de descarbonização ao anunciar que vai testar a utilização de biocombustíveis a bordo de um dos navios da AIDA Cruises.

No âmbito dos seus esforços de redução de emissões de CO2, a AIDAprima tornou-se o primeiro navio de cruzeiro de grande escala a ser abastecido com uma mistura de biocombustível marinho, produzido com matérias-primas 100% sustentáveis, como óleo de cozinha reciclado e óleo gás marinho (MGO) durante as escalas em Roterdão.

O parceiro de cooperação é a GoodFuels, empresa holandesa pioneira em biocombustíveis, com a qual o Grupo Costa vai desenvolver uma parceria a longo prazo. O atual projeto representa um marco importante na estratégia de descarbonização do Grupo Costa, que inclui testes a tecnologias e processos para melhorar a eficiência da frota existente.

O sucesso da utilização dos biocombustíveis irá comprovar que a descarbonização gradual é possível mesmo em navios que já se encontram em funcionamento. Um pré-requisito importante para poder usar biocombustíveis, no entanto, é que se tornem amplamente disponíveis numa escala industrial e a preços comercializáveis. Para além da utilização de biocombustíveis, o Grupo também vai incluir a instalação da primeira célula de combustível a bordo do AIDAnova e o comissionamento do que é atualmente o maior sistema de armazenamento de baterias em navios de cruzeiro com capacidade de dez megawatts-hora a bordo do AIDAprima.

Além disso, o Grupo Costa está a concentrar-se na expansão e aumento da utilização de energia em terra nos portos onde a infraestrutura já está disponível. O Grupo já tinha testado a utilização de biocombustíveis regenerados em motores a diesel marinho em conjunto com parceiros de investigação da Universidade de Rostock. Agora, o primeiro lançamento ocorreu em operações regulares de navios.

Com estas medidas de curto, médio e longo prazo, a empresa está a contribuir de forma ativa para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e os objetivos de descarbonização do Pacto Verde Europeu.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img