Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Grupo Emirates regista prejuízo anual de 5M milhões de euros

O Grupo Emirates anunciou esta terça-feira, dia 15, o primeiro ano de perdas em mais de 30 anos. De acordo com o Relatório Anual 2020-21, o grupo registou, no ano fiscal que terminou a 31 de março, perdas de 6 mil milhões de dólares (cerca de 5 mil milhões de euros), em comparação com um lucro de 456 milhões de dólares (377 milhões de euros) no ano passado. Um resultado inteiramente atribuído às restrições de viagens provocada pandemia de COVID-19 .

Ahmed bin Saeed Al Maktoum, CEO da Emirates Airline and Group, disse: “A pandemia Covid-19 continua a causar um grande impacto em vidas humanas, comunidades, economias e na indústria de aviação e viagens.

“Em 2020-21, a Emirates e a dnata foram duramente atingidas pela queda na procura por viagens aéreas internacionais, uma vez que os países fecharam s fronteiras e impuseram restrições de viagens rigorosas.”

Pela primeira vez na história do grupo com sede em Dubai, os despedimentos foram implementados em todas as áreas do negócio.

A mão de obra foi reduzida em 31 por cento, para 75.145 funcionários.

Em 2020-21, o grupo, no entanto, investiu coletivamente 1.300 milhões de dólares (1.070 milhões de euros) em novas aeronaves e instalações e na aquisição de empresas.

Al Maktoum disse: “Ninguém sabe quando a pandemia vai acabar, mas sabemos que a recuperação será irregular.

“Economias e empresas que entraram em tempos de pandemia em uma posição forte, estarão em melhor posição para se recuperar.”

A Emirates recebeu três novas aeronaves A380 durante o ano financeiro e retirou gradualmente 14 aeronaves mais antigas, incluindo nove Boeing 777-300ERs e cinco A380s, deixando sua frota total de 259 no final de março.

A transportadora está a voar atualmente para mais de 120 destinos.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img