Domingo, Fevereiro 25, 2024
Domingo, Fevereiro 25, 2024

SIGA-NOS:

Guilherme Paulus vende GJP Hotels & Resorts à R Capital

Depois de vender a CVC ao grupo Carlyle, em 2010, e a Webjet à Gol no ano seguinte, o empresário Guilherme Paulus anunciou esta quinta-feira, dia 2 de setembro, a venda da sua rede hoteleira, a GJP Hotels & Resorts.

O grupo de hotéis passa a ser integralmente de “um veículo de Private Equity, gerido pela R Capital, empresa que atua no mercado de capitais, especialmente nos setores imobiliário e de crédito”.

Segundo comunicado, a transação ainda está sujeita a “condições precedentes e processos formais”, devendo ser concretizada até 120 dias.

Fundada em 2005 por Guilherme Paulus, a GJP é uma das maiores redes hoteleiras do Brasil, formada pelas bandeiras Wish, Prodigy, Linx e Marupiara e composta por nove hotéis próprios e mais de 3.000 apartamentos, além de centros de eventos, infraestrutura de negócios e lazer. As marcas devem continuar, mas provavelmente o grupo ganhará um novo nome, já que carrega as iniciais do seu fundador.

O Castelo Saint Andrews, em Gramado (RS), o residencial em Foz do Iguaçu (Village Iguaçu Golf Residence) e o campo de golfe em Foz, também pertencentes a Guilherme Paulus, não fizeram parte da negociação. Não foi revelado o valor do negócio, mas o mercado estima algumas centenas de milhões de reais, devido ao património da rede, que inclui terrenos e propriedades à beira-mar, todos com reformas recentes. O mercado avalia que negócio se aproxima de mil milhões de reais (162 mil milhões de euros), o que colocaria a venda como a maior já realizada no mercado de hotelaria de lazer do Brasil.

A R Capital deve manter a direção da GJP, incluindo o presidente Fábio Godinho, mas a família Paulus irá deixar o negócio.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img