Terça-feira, Fevereiro 20, 2024
Terça-feira, Fevereiro 20, 2024

SIGA-NOS:

Hotéis recuperam popularidade entre viajantes dos EUA e Reino Unido, revela estudo

Após um período de mais de dois anos de expansão impulsionada pela crescente procura durante a era da pandemia, o crescimento das reservas globais de arrendamento de curta duração está agora a abrandar, à medida que um significativo número de viajantes americanos e britânicos regressa aos hotéis. No entanto, em alguns países europeus, observa-se uma dinâmica distinta, com um aumento na procura por arrendamentos de curta duração.

De acordo com o mais recente relatório de pesquisa de viagens da Phocuswright, intitulado “Global Short-Term Rentals 2023-2027”, vários fatores contribuem para esta mudança de cenário.

A recuperação da procura por hotéis, particularmente afetados durante a pandemia, é apontada como um dos principais motivos para o abrandamento no setor de arrendamento de curta duração. Além disso, o retorno das viagens de negócios, tradicionalmente centradas em hotéis, e o regresso às práticas de trabalho nos escritórios estão a redirecionar parte do volume de reservas para o segmento hoteleiro.

Outro ponto salientado no relatório refere-se ao aumento das regulamentações nos arrendamentos de curta duração em vários mercados-chave, indicando que esse aumento “tem impacto na contínua expansão deste segmento”.

O “U.S. Consumer Travel Report 2023” aponta para uma clara mudança de preferências, com o retorno significativo dos viajantes aos hotéis nos Estados Unidos. A incidência de estadias em hotéis atingiu paridade com os números de 2019 em 2022 (67% vs. 66%), enquanto os arrendamentos de curta duração permaneceram abaixo dos níveis pré-pandémicos (25% vs. 28%).

Na Europa, a situação varia entre os países. De acordo com o “Europe Consumer Travel Report 2023”, o Reino Unido segue uma trajetória semelhante à dos Estados Unidos, com os arrendamentos de curta duração a apresentar uma recuperação mais lenta. No entanto, em França, Alemanha, Itália e Espanha, registou-se um aumento na procura por alugueres de curta duração em 2022, comparativamente a 2019, evidenciando dinâmicas inconsistentes entre os setores hoteleiro e de alojamentos temporários em várias destinos.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img