Quarta-feira, Abril 17, 2024
Quarta-feira, Abril 17, 2024

SIGA-NOS:

Lucro da Lufthansa aumenta 112% e receitas ultrapassam os 35,4 mil milhões de euros

Os resultados do Grupo Lufthansa para o ano de 2023 indicam uma recuperação financeira, com lucros operacionais registados pela primeira vez em todas as companhias aéreas e valores recorde para a SWISS, Austrian Airlines, Brussels Airlines e Eurowings. Este desempenho positivo foi impulsionado pelo aumento da procura de passageiros, que ultrapassou os 120 milhões no ano anterior, e pelos serviços de reparação, manutenção e revisão fornecidos pela Lufthansa Technik.

Em 2023, um total de 123 milhões de passageiros viajaram com as companhias aéreas do Grupo Lufthansa, representando um aumento de 20% em relação ao ano anterior. Tanto o número de voos como o número de lugares disponíveis também registaram um aumento de 14%. Em média, as companhias aéreas do grupo operaram a 84% da capacidade de 2019, com uma taxa de ocupação de 83%, mantendo-se estável em relação aos valores pré-covid-19.

Aumento dos lucros, das receitas e das vendas

O aumento da procura de passageiros refletiu-se numa receita total de 35,422 bilhões de euros em 2023, um aumento de 15% em comparação com o ano anterior. O lucro líquido do Grupo Lufthansa atingiu 1,673 milhões de euros, representando um aumento significativo de 112% em relação a 2022.

O lucro operacional bruto ajustado (EBITDA) alcançou 4,910 milhões de euros, um aumento de 32% em relação a 2022, enquanto o lucro operacional (EBIT) atingiu 2,669 milhões de euros, um aumento de 88%. A alta procura e o aumento da oferta resultaram num crescimento significativo das vendas das companhias aéreas de passageiros, que totalizaram 28,3 mil milhões de euros em 2023, representando um aumento de 25%.

Apesar das dificuldades na cadeia de suprimentos e do aumento dos custos de material e pessoal, a subsidiária do grupo, Lufthansa Technik, registou uma alta procura por serviços de manutenção, revisão e reparo, alcançando um lucro operacional de 628 milhões de euros em 2023, um aumento de 13%.

Perspectivas para 2024

Para 2024, o CEO da Lufthansa Alemanha, Carsten Spohr, realçou um investimento recorde de 4,5 mil milhões de euros para a modernização da frota da empresa. Este investimento inclui a aquisição de pelo menos 30 novas aeronaves, das quais cerca de 20 serão jatos de longo curso para a Lufthansa.

O grupo receberá um “número de dois dígitos” de Boeing 787-9 “Dreamliners”, oito Airbus A350-900 e um Boeing 777 cargueiro. Todas estas aeronaves de longo curso serão operadas pela Lufthansa Airlines e pela Lufthansa Cargo. “Nunca antes na nossa história esperámos a entrega de tantos novos aviões de longo curso para a Lufthansa num único ano”, afirmou a Lufthansa.

Otimismo quanto às receitas e lucros

O Grupo Lufthansa antecipa um aumento contínuo na procura por bilhetes de avião ao longo do presente ano. Apesar do aumento da capacidade, os índices de ocupação previstos para os próximos três meses ultrapassam os valores do ano anterior. Destinos como Espanha, Itália, Grécia e outros países do Mediterrâneo são os mais populares.

Para o ano completo, o Grupo Lufthansa estima uma oferta média de capacidade de aproximadamente 94% em comparação com 2019, refletindo um crescimento anual de cerca de 12%.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img