Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

SIGA-NOS:

Nova marca da Madeira assinala um “novo tempo“ para a região

Foi esta segunda-feira, dia 12 de abril, apresentada a nova identidade e marca da Madeira, uma marca que não será apenas utilizada na promoção turística, mas que será transversal a todas as atividades do território.

Desenvolvida em redor do conceito e do sentimento de pertença, Madeira Belongs to All é o culminar de um processo que envolveu “muitas empresas, entidades, residentes, os que visitam e os que trabalham com a Madeira”, referiu Eduardo Jesus, Secretário Regional de Turismo e Cultura do Governo Regional da Madeira, esta manhã durante a apresentação da nova imagem. “Quisemos acima de tudo que esta expressão significasse a representação de um sentimento de pertença, é o sentimento de saber que esta é uma terra da qual fazemos parte, independentemente de aqui termos nascido”.

Para Eduardo Jesus, assinala-se hoje “o primeiro dia de um novo tempo, em que afirmamos todo um processo que nos caracterizou na nossa resiliência face às adversidades que são conhecidas de há um ano para cá. A Madeira soube tomar a dianteira no que diz respeito às decisões e à implementação de ações, tudo isso veio reforçar o nosso posicionamento como destino seguro”.

Esse destino seguro de que fala Eduardo jesus está representado simbolicamente no formato circular que predomina na imagem e que “significa a inclusão que queremos que cada um possa sentir”.

Este processo de criação de uma nova imagem e identidade para a Madeira teve início há alguns anos, mas teve de ser reprogramado e redesenhado em função da pandemia. “Em boa hora permitiu-nos a sua concretização, depois de um conjunto de políticas adotadas na região e que colocaram a Madeira sempre na dianteira dos destinos turísticos com um posicionamento de destino seguro”.

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, considera a nova marca “um trabalho excecional”, que conjuga “aquilo que sempre marcou a Madeira que foi a sua hospitalidade”. “As pessoas sentem-se em casa na Madeira, porque usufruem sem qualquer barreira das vivências normais da nossa comunidade. O Turismo como qualquer atividade tem de se modernizar, hoje não tenho dúvidas que esta é uma marca atual, que visa a sua difusão em todos os espaços do mundo mas também internamente, sendo utilizado inclusive pelo próprio governo”, afirma

“Estamos prestes a encetar um novo ciclo com o regresso dentro de alguns meses dos nossos fluxos turísticos tradicionais Estamos a preparar a Madeira para acolher os turistas que nos vão visitar, para continuarmos a ser uma região segura e e a primeira região da Europa que criou um corredor verde. (…) Estamos otimistas, com esperança e temos a certeza que a nossa capacidade intrínseca de receber bem os nosso turistas, vamos voltar a ter um ciclo positivo no nosso turismo”, conclui. 

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img