Quarta-feira, Novembro 30, 2022
Quarta-feira, Novembro 30, 2022

SIGA-NOS:

Peru recebeu 1,5 milhões de visitantes até junho deste ano e 1000 eram portugueses

O embaixador do Peru em Portugal, Carlos Gil de Montes, afirmou que o turismo no Peru ainda não está normalizado desde a pandemia de covid-19. Numa apresentação do destino, que se realizou na quinta-feira, 29 de setembro, na B travel Xperience em Lisboa, o embaixador revelou que em 2019, no ano pré-pandémico, o país recebeu aproximadamente 4 milhões e meio de turistas, dos quais 10 mil eram portugueses. Até junho deste ano, o destino recebeu apenas 1 milhão e meio de turistas, dos quais 1000 eram portugueses.

Carlos Gil de Montes avança que, no ano pré-pandemia, Portugal também recebeu aproximadamente 10 mil visitantes peruanos. Os principais mercados emissores do Peru, de acordo com o embaixador, são os Estados Unidos da América e o Chile.

Com a pandemia de covid-19 o número de visitantes internacionais decresceu e, em 2022, o Peru recebeu apenas 1 milhão e meio de turistas. “Esperamos que em 2024 a situação já se tenha normalizado e que possamos voltar a atingir esses 4 milhões [de visitantes] ou superá-los”, afirmou Carlos Montes, explicando que em 2020 o Peru recebeu 1600 portugueses; em 2021 esse número baixou para 1100; e este ano, até junho, recebeu aproximadamente 1000 portugueses.

“Peru foi um país muito afetado pela covid-19, mas está numa recuperação importante que se iniciou graças ao turismo interno”, explicou o embaixador, confessando que o turismo no Peru ainda não se normalizou devido à pandemia.

“Oferecer o Peru como destino aos portugueses” é um dos objetivos de Carlos Gil de Montes enquanto embaixador do Peru no nosso país. “Os portugueses que vão ao Peru fazem-no através de Madrid, Paris, ou via Amesterdão. Lamentavelmente não temos voos diretos [entre os dois países], o que seria ideal”, lamentou.

Com o objetivo de impulsionar o Peru como destino turístico, uma das ações de promoção do destino em Portugal foi a presença, este ano, na Bolsa de Turismo de Lisboa. “Estamos conscientes de que temos de fazer um trabalho para poder promover o Peru como destino turístico. O Peru oferece algo que é difícil de encontrar noutros países, como a diversidade geográfica, a cultura que está em toda a parte: desde locais arqueológicos, museus, etc”, afirmou o embaixador, destacando outras atrações no destino como a gastronomia; o avistamento de aves; as atrações naturais, como a Amazónia; e o turismo de aventura. “Falamos de um país do tamanho de França, Espanha e Portugal juntos, é um país muito extenso e muito variado”, destacou.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img