Sábado, Novembro 26, 2022
Sábado, Novembro 26, 2022

SIGA-NOS:

Portugal aumenta a sua participação na 25ª edição da Intur – Feira Internacional de Turismo Interior

Este ano, Portugal irá aumentar a sua participação na Intur, Feira Internacional de Turismo Interior, que irá realizar-se em Valladolid, Espanha, de 17 a 20 de novembro.

Porto e Norte, região Centro, Lisboa, Oeste, Guarda, Trás-os-Montes, comunidade do Alto Tâmega, Loulé, Barcelos, comunidade do Douro, Sabrosa, Maia, Gondomar, Rota da Bairrada, Inature, Alto Alentejo, Vila de Rei, Museu Téxteis, Resente, São Brás de Alportel, Felgueiras, Portogalegre, a marca de garantia Amêndoa coberta de Moncorvo, a empresa de sinalização turística Floema e Bezerreira com Vida serão os participantes portugueses nesta 25ª edição da Intur.

A Feira Internacional de Turismo Interior cresceu 26% em comparação com a edição anterior, que se realizou no ano passado, e terá 126 stands apresentando mais de 1.200 destinos, empresas e grupos profissionais. Portugal desempenha um papel importante neste crescimento, “à medida que novos expositores se vão juntando à feira pela primeira vez: regiões, municípios e empresas privadas que têm sido destinos regulares durante anos”, explicou o gerente geral da Feria de Valladolid, Alberto Alonso.

A Intur explica, em comunicado, que tenciona ser “uma referência para um setor em que a cultura, a natureza, a gastronomia e o vinho são as pedras angulares da sua atividade, mantendo o seu duplo estatuto de evento para profissionais e viajantes, duas propostas distintas que terão lugar na quinta-feira, dia 17, com a Intur Business, e de sexta-feira a domingo, com a Intur Travellers”.

Na quinta-feira, dia 17 de novembro, terá lugar a Intur Negócios, uma conferência dirigida exclusivamente a profissionais, patrocinada pelo Departamento de Cultura e Turismo do Governo Regional de Castilla y León. Segundo o comunicado, os conteúdos estão estruturados em torno de três áreas: um mercado de contratação, uma área de exposição e um fórum de análise.

O mercado de contratos será frequentado por 70 operadores turísticos, dos quais 51 são nacionais e os restantes 19 vêm de Portugal, França, Itália, Irlanda, Austrália, Bélgica, Canadá, Coreia, Finlândia, Holanda, Estados Unidos e Polónia.

“Os interesses destes compradores vão desde viagens feitas à medida e familiares a itinerários culturais, o Caminho de Santiago, astro-turismo, experiências na natureza, enoturismo, plataformas de reservas, agências online, turismo acessível, etc”, explica o comunicado.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img