Quinta-feira, Maio 23, 2024
Quinta-feira, Maio 23, 2024

SIGA-NOS:

Procura de transporte aéreo cresce 13,8% em março a nível mundial

O setor do transporte aéreo observou um aumento significativo no mês de março, com a procura de passageiros a nível global a registar um crescimento de 13,8% em comparação com o mesmo período de 2023, atingindo uma taxa de ocupação de 82%, conforme indicado no mais recente relatório mensal da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Durante o período analisado, verificou-se um aumento na procura internacional de 18,9%, acompanhado por um aumento correspondente na capacidade de 18,8%, resultando numa taxa de ocupação de 81,6%, um acréscimo de 0,1 pontos percentuais em relação a março de 2023. No que diz respeito à procura interna, houve um crescimento de 6,6%, enquanto a capacidade aumentou 3,4%, com 82,6% dos lugares ocupados, representando um aumento de 2,5 pontos percentuais.

Procura aérea internacional por mercado

A Ásia-Pacífico “continua a liderar o caminho”, observou a IATA, com a procura a aumentar 38,5% em março. A capacidade cresceu 37,4% em termos anuais e o fator de ocupação aumentou para 85,6% (+0,7 pontos percentuais em comparação com março de 2023), o mais elevado de todas as regiões.

Embora as principais rotas da Ásia-Pacífico demonstrem “um crescimento notável”, é notável que o número de serviços aéreos regulares da China para a América do Norte ainda esteja apenas a 16,5% dos níveis pré-pandémicos.

As companhias aéreas europeias também observaram um aumento anual na procura, com um crescimento de 11,6%. A capacidade aumentou em 11,4% em termos anuais, resultando numa taxa de ocupação de 79,9%, um aumento marginal de 0,1 pontos percentuais em relação a março de 2023.

No Médio Oriente, a procura cresceu 10,8% em março, enquanto a capacidade aumentou 13,9%, embora a taxa de ocupação tenha diminuído para 77,5%, uma queda de 2,1 pontos percentuais. Para as companhias aéreas da América do Norte, a procura aumentou 14,5%, a capacidade 14,8%, com a taxa de ocupação a diminuir ligeiramente para 84,7%.

A América Latina também registou um aumento na procura (19,7%) e na capacidade (18,3%), resultando numa taxa de ocupação de 84,3%, um aumento de 0,9 pontos percentuais em relação a março de 2023.

O crescimento da procura nas companhias aéreas africanas foi mais moderado (8,1%), com um aumento de dois dígitos na capacidade (11% em termos anuais). No entanto, a taxa de ocupação diminuiu para 70,3%, uma queda de 1,9 pontos percentuais.

O Diretor-Geral da IATA, Willie Walsh, salientou que a procura de viagens “é forte e tudo indica que esta situação deverá manter-se durante a época alta das viagens de verão no hemisfério norte”.

Para que estas previsões se concretizem, diz Walsh, “é fundamental que tenhamos a capacidade de satisfazer esta procura e garantir uma experiência de viagem sem problemas para os passageiros”.

Perante este crescimento do transporte aéreo, o presidente da associação das companhias aéreas apelou à resolução “urgente” dos problemas da cadeia de abastecimento, para garantir que os aeroportos e a gestão do tráfego aéreo disponham de todo o pessoal necessário e funcionem “com a máxima eficiência”.

Por último, afirmou que “as companhias aéreas estão preparadas para prestar assistência aos clientes quando surgem problemas operacionais”, mas esclareceu que “estão cansadas de suportar os custos quando os atrasos e cancelamentos são o resultado de uma má preparação noutras partes da cadeia de valor”.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img