Segunda-feira, Agosto 8, 2022
Segunda-feira, Agosto 8, 2022

SIGA-NOS:

Sun Care Box: a forma fácil de vender protetores solares nos hotéis

Luís Teles é o mentor do conceito das Sun Care Boxes, máquinas de venda automática que começaram este verão a distribuir em Portugal protetores solares e outros produtos da mesma gama, à semelhança do que já acontece com tabaco, bebidas e snacks. Foi a dificuldade em aceder a protetores solares de marcas credíveis e a preços justos numa das suas deslocações em férias que o levou a desenvolver esta ideia.

O profissional de Aveiro com formação académica em Turismo e Eventos quis adicionar “comodidade” a este projeto, já que, ao longo dos anos, foi detetando uma crescente dificuldade por parte dos turistas em localizar protetores de marcas credíveis nos seus hotéis e nas praias mais frequentadas, o que os obrigava a percorrer distâncias pouco compatíveis com estadias curtas ou a negligenciar cuidados de saúde essenciais.

O projeto de inovação concebido em Aveiro já está a ser testado na hotelaria do Algarve, com a marca Nivea. O objetivo das novas vending machines é assegurar que protetores solares e outros produtos dessa gama fiquem disponíveis “onde realmente fazem falta”, permitindo ao consumidor final uma compra automática e cómoda em pontos estratégicos dos roteiros frequentados por veraneantes, banhistas e turistas. Com sistema de gestão remota, os novos equipamentos garantem ainda acondicionamento térmico adequado sem inflacionamento dos preços.

“A ideia do conceito na base da Sun Care Box surgiu num verão em que estive numa unidade hoteleira e acabei por apanhar uma queimadura solar por comodismo, já que, quando me acabou o protetor, não me apeteceu sair do hotel para ir comprar um num supermercado”, recorda Luís Teles. “Comecei a reparar que era frequente ver inúmeros turistas estrangeiros com queimaduras idênticas à minha, pelo que deduzi que tiveram o mesmo problema: viajaram de avião, foram diretos para o hotel, queriam aproveitar ao máximo os seus dias de férias e, por causa disso, descuidaram-se com a sua saúde e sujeitaram-se ao risco de grandes malefícios causados pela excessiva exposição solar”.

Face a essas práticas e ao crescente número de casos de doença oncológica um pouco por todo o mundo, o mentor do projeto percebeu que só com uma melhor rede de pontos de venda desse tipo de artigos se incentivaria na população – sobretudo na que é adepta de práticas balneares e desportos de montanha – uma mudança de comportamento duplamente vantajosa, em que o smart shopping se alia à preservação da saúde. A escolha da vending machine foi então decisiva e Luís Teles apostou num modelo que, replicando a estética de uma cabine telefónica, apresenta características técnicas já bem testadas: cada Sun Care Box tem capacidade para comodar até 250 produtos da mesma marca; só aceita pagamentos por cartão de débito ou crédito e contactless, evitando problemas de higiene sanitária e manutenção técnica frequentemente associados a moedas e notas; é totalmente refrigerada para que possa garantir a qualidade do produto em qualquer localização ou período do ano; e tem também um baixo consumo energético para assegurar custos reduzidos ao distribuidor tanto ao nível económico como ambiental.

“As máquinas também estão equipadas com um sistema de telemetria, o que permite que seja possível geri-las à distância, poupando recursos em deslocações, tempo e pessoal”, realça Luís Teles.

Cadeia Be Live Hotels e Nivea associam-se ao conceito

Os equipamentos Sun Care Box tiveram a sua estreia este verão na unidade de 4 estrelas que a cadeia Be Live Hotels gere em Armação de Pera, no Algarve, com produtos da marca Nivea Sun. João Henrique é o chefe de receção do Be Live Palmeiras e afirma que a nova vending machine causou impacto: “Veio revolucionar o bem-estar dos nossos clientes. As famílias sentem-se mais seguras e protegidas ao adquirir produtos solares na comodidade das nossas instalações e os clientes adoram o conceito da cabine telefónica – além de ficarem super-entusiasmados com o brinde que recebem no final, depois de nos apresentarem o código de compra”.

Gonçalo Sousa Tavares, Head of Shopper & Customer Marketing na Beiersdorf Portugal, reconhece que esta é uma oportunidade diferente para um produto já tradicional. “Para a Beiersdorf, como líder de mercado, é importante poder participar no projeto Sun Care Box com a marca NIVEA Sun. É uma abordagem inovadora pela sua simplicidade, mas também corajosa, dado o momento que vivemos”, defende o representante do grupo, classificando as novas vending machines como “uma forma de se estar mais próximo dos shoppers e das suas necessidades imediatas”.

Luís Teles afirma que a parceria com a Nivea foi uma aposta estratégica, considerando que essa é “uma marca respeitada pela sua qualidade, pela sua notoriedade mundial e pelas suas práticas de responsabilidade social”. O serviço Sun Care Box “identifica-se com esse posicionamento” e também tem ambições de internacionalização, estando já em negociação com distribuidores espanhóis afetos principalmente à hotelaria de zonas balneares.

“O franchising é um modelo de negócios que estamos a considerar, mas, seja qual for a modalidade escolhida para distribuição das nossas máquinas, o objetivo é preparar toda a operação para um arranque em força em maio de 2022, já com mais hotéis como parceiros e sem as restrições que, impostas pela pandemia, atrasaram o lançamento do projeto”, revela Luís Teles. O negócio não tem, contudo, que restringir-se apenas ao ramo da hotelaria: “Condomínios privados, parques temáticos, bares de praia e até mesmo festivais de Verão também são spots com elevado potencial”. ■

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img