Quarta-feira, Julho 17, 2024
Quarta-feira, Julho 17, 2024

SIGA-NOS:

Viajantes americanos preferem experiências digitais nas estadias em hotéis, revela estudo

-PUB-spot_img

Os viajantes americanos estão a optar cada vez mais por experiências digitais com tecnologia self-service nas suas estadias em hotéis. Um inquérito da Mews, conduzido pela OnePoll em 2024, revela que 80% dos viajantes americanos preferem ficar em hotéis com uma receção totalmente automatizada e com tecnologia self-service.

O inquérito feito a duas mil pessoas, divididas entre trabalhadores do setor hoteleiro e viajantes americanos, mostra que 80% prefere fazer o check-in através do website, da aplicação ou do quiosque digital do hotel.

O estudo revela que 43% dos viajantes americanos considera que um hotel deve ter dispositivos domésticos inteligentes, 34% dos turistas diz que o hotel deve incluir um quarto sem chaves, 27% sugere uma entrada móvel no quarto e 24% prefere pedidos digitais.

O estudo revelou ainda que 29% dos viajantes americanos empregados trabalhou remotamente durante as férias sem avisar os chefes. Quatro em cada cinco trabalhadores estariam dispostos a trabalhar remotamente a partir do hotel. 52% dos inquiridos disse que utilizaria as suas férias como uma oportunidade para trabalhar à distância, já cerca de quatro em cada dez pessoas (39%) explicaram que o faziam simplesmente porque gostam de trabalhar. Os restantes mencionaram que trabalhariam durante as férias para cumprir um prazo de trabalho importante que coincidisse com o seu período de descanso (28%).

Apesar da principal preferência ser trabalhar a partir do conforto do quarto de hotel (69%), um quarto dos entrevistados disse que preferia trabalhar remotamente a partir da piscina ou do spa do hotel e quase 25% escolheu um bar ou restaurante do hotel.

Por outro lado, os viajantes americanos que viajam por motivos profissionais admitem que as viagens de negócios abrem a porta a outras oportunidades. Segundo os resultados do inquérito quase metade dos inquiridos (48%) prolongaram as suas viagens de trabalho para as férias. Os trabalhadores do setor hoteleiro afirmam que os hóspedes que viajam em trabalho ou que combinam trabalho com férias são os mais fáceis de satisfazer (83% e 76%, respetivamente).

Os trabalhadores do setor hoteleiro prevêem que os hóspedes dêem mais gorjetas (39%), prolonguem a sua estadia com mais frequência (38%) e utilizem mais as comodidades do hotel (31%), sendo que 79% afirmou que os hóspedes pedem frequentemente recomendações locais.

Richard Valtr, fundador da Mews, afirma que as tendências no setor hoteleiro estão sempre a mudar, porém as pessoas estão a voltar a dar prioridade às viagens. “Embora estejamos a assistir a uma ligeira diminuição nos hotéis de gama média e de serviços seleccionados, o setor de luxo parece resiliente. Os hóspedes que visitam as propriedades de luxo estão a gastar mais em viagens de lista de desejos e a permanecer durante mais tempo”, refere.

O fundador da Mews acrescenta que independentemente do motivo da viagem, os hotéis estão cada vez mais adotar tecnologia para criar experiências únicas aos seus hóspedes, “também estamos a assistir a um aumento contínuo do número de pessoas que prolongam as viagens de trabalho para terem mais algum tempo de lazer e misturam o trabalho com as férias. Os hotéis mais inovadores estão a aproveitar esta tendência, adotando experiências personalizadas para os hóspedes e oferecendo uma variedade de comodidades que apelam às diferentes necessidades dos hóspedes”.

Já Ryan Krukar, VP de Vendas e Marketing da Gravity Haus, diz que “a tecnologia permite que as nossas equipas recolham informações sólidas sobre os hóspedes antes de chegarem a um dos nossos locais” e que a identificação e a compreensão das necessidades de cada hóspede são fundamentais “para oferecer hospitalidade autêntica e fornecer valor e conforto adicionais”, ao mesmo tempo que os hóspedes são mergulhados “na cultura única do destino que está a visitar”.

Andrew Gauthier, diretor Geral do The Incline Lodge, refere que “antecipar as necessidades dos hóspedes é um componente crucial para fornecer um serviço excecional ao cliente durante a sua estadia. A tecnologia também nos permite oferecer um processo fácil e eficiente de check-in automático e sem contacto, para que o nosso pessoal possa passar mais tempo a interagir com os hóspedes.”

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img