Sexta-feira, Junho 14, 2024
Sexta-feira, Junho 14, 2024

SIGA-NOS:

38% dos viajantes portugueses optam por agências de viagens, segundo inquérito da Google

Os resultados de um inquérito conduzido pela Google trouxeram à luz informações relevantes sobre o comportamento dos viajantes portugueses. Entre 2.800 inquiridos que afirmaram ter realizado uma viagem para fora de Portugal nos últimos 12 meses, 38% optaram por utilizar os serviços de uma agência de viagens.

O inquérito realizado pela Google ressalta que a segurança e o suporte oferecidos pelas agências foram os principais motivadores para essa escolha, citados por 40% dos entrevistados, seguidos pela conveniência, mencionada por 30%. Além disso, 27% escolheram agências de viagens devido à facilidade na gestão de documentação e serviços, enquanto 25% priorizaram o fator preço e 16% consideraram a complexidade ou conhecimento do destino.

Quando se trata das plataformas de reserva, os dados revelam uma preferência consistente pelas agências de viagens convencionais, escolhidas por 46% dos participantes. As agências de viagens online mantêm uma presença sólida, conquistando 24% das preferências, enquanto 17% optam por reservar diretamente nos sites de hotéis ou companhias aéreas.

Revolução Digital no Turismo: Google apresenta ferramentas no Congresso da APAVT

Durante o 48º Congresso da APAVT, Frederico Costa, representante da Google, destacou a influência crescente da inteligência artificial no setor do turismo e apresentou ferramentas que prometem transformar a maneira como as agências e os consumidores abordam as viagens.

“A inteligência artificial vai impactar algumas indústrias muito mais rápido que outras indústrias e fala-se muito da medicina, mas eu quero falar da questão do turismo”, afirmou.

Frederico Costa enfatizou que a inteligência artificial está a moldar o turismo de forma rápida e abrangente, realçando a importância de entender as necessidades dos utilizadores e traduzi-las em oportunidades de negócio. O representante apontou duas áreas distintas no universo do turismo: os utilizadores, que interagem diariamente com plataformas como Google Flights, Google Maps e Google Hotels, e as empresas, que podem capitalizar essas interações para melhorar os seus serviços.

Para auxiliar neste processo, a Google desenvolveu ferramentas como o Google Destination Insights e o Google Trends, acessíveis a qualquer pessoa interessada em compreender o comportamento dos utilizadores e as tendências de pesquisa.

A análise destas plataformas revelou padrões globais de pesquisa de destinos entre os viajantes portugueses. Registou-se um aumento anual de 24% nas pesquisas por destinos internacionais em comparação com os destinos nacionais. Espanha liderou as preferências, com um aumento de 37%, seguida pela Áustria com um crescimento de 125%. A procura por destinos na região da Ásia/Pacífico também se evidenciou, com um aumento de 18%, sendo o Japão o mais destacado com 66%, seguido pelo Vietname (42%) e Tailândia (30%). Destinos africanos registaram igualmente um aumento de 18% ano após ano, com Cabo Verde (55%), Tunísia (49%) e Maurícias (50%) em destaque.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img