Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023
Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023

SIGA-NOS:

58% dos portugueses tem interesse em fazer férias de voluntariado, aponta estudo da eDreams

Os portugueses estão cada vez mais interessados em fazer férias de voluntariado, aponta o mais recente estudo da One Poll para a eDreams. Neste género de férias, o viajante dedica pelo menos uma parte da estadia a ajudar a população, a comunidade ou o ambiente no destino escolhido, sem receber qualquer remuneração.

Segundo a eDreams, mais de metade dos viajantes portugueses (58%) nunca se aventurou numa viagem desta natureza, mas consideraria fazê-lo. É interessante notar que, entre os inquiridos, os homens parecem mais propensos do que as mulheres a fazer este tipo de viagens (63% vs 53%). Por outro lado, o interesse dos portugueses neste tipo de viagens é muito superior à média global, que está apenas nos 32%.

Verifica-se também que mais de um terço dos inquiridos (35%) está agora mais disposto a fazer férias de voluntariado do que estava antes da pandemia, o que poderá refletir um desejo contínuo de autodesenvolvimento e de experimentar coisas novas após tantos meses de restrições.

No que toca à motivação que levaria os viajantes portugueses a considerar fazer férias com um “propósito maior”, o ponto principal mencionado é a vontade de ajudar quem mais precisa (69%). Segue-se a vontade de conhecer uma cultura e realidade diferentes das suas (63%), de desenvolver novas competências e expandir a experiência profissional (45%), sentir-se preenchidos e bem consigo mesmos (43%) e conhecer pessoas e construir novas relações (42%).

A eDreams também quis saber a que se dedicariam os portugueses, se hipoteticamente embarcassem mesmo numa viagem deste género. Metade (50%) escolheria ajudar a população local, mas a sustentabilidade é claramente uma preocupação: as atividades de proteção da natureza (49%) seriam outra grande prioridade. Seguem-se os cuidados a animais (48%) e também atividades que envolvam crianças (36%).

O estudo realça que, entre todas as faixas etárias inquiridas, apenas a mais jovem (18-24 anos) não escolheu a vontade de ajudar os mais necessitados como a principal motivação para fazer férias de voluntariado, preferindo o apoio aos animais. Também aqui os portugueses fazem escolhas diferentes dos restantes viajantes: a nível global, a atividade mais escolhida foi a proteção da natureza (41%).

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img