Sábado, Abril 13, 2024
Sábado, Abril 13, 2024

SIGA-NOS:

Amazing Evolution cria cinco clusters para segmentar os hotéis em gestão e prepara abertura de quatro unidades

Com mais de dez anos de experiência dedicados exclusivamente à gestão hoteleira independente e uma carteira de ativos que inclui mais de 20 projetos hoteleiros e residenciais de luxo, a Amazing Evolution inicia o ano com uma nova forma de apresentar os projetos sob sua gestão. As unidades passam agora a estar divididas em cinco clusters que refletem diferentes identidades: Amazing Collection, Lifestyle Hotels, Hotels & Resorts, Homes & Villas e My Amazing Concierge.

Em entrevista ao TNews, Margarida Almeida, CEO da Amazing Evolution, explica que 2024 vai ficar marcado “pela segmentação que fizemos nos nossos produtos. Temos um portfólio bastante diversificado e chegámos à conclusão que estava na altura de colocá-los em segmentos, o que, na verdade, nos facilita e torna mais eficaz a nossa atividade comercial”.

Para esta segmentação, a Amazing Evolution usou critérios que “vão desde a arquitetura, design e história dos edifícios ao glamour ou romantismo da atmosfera, passando ainda pelo espírito e vocação de cada projeto, e onde aventura ou conexão com a Natureza diferenciam escolhas emocionais”.

Em 2024, a Amazing Evolution vai abrir vários projetos, entre eles o Monte do Serro, em março, tratando-se de “mais um projeto em Porto Côvo, dos mesmos proprietários do Monte da Bemposta”. Segue-se o Land of Alandroal, no Alentejo, em maio; o hotel boutique de 13 quartos Lioz, no número 23 do Campo das Cebolas, em Lisboa, com data prevista de abertura em agosto, enquanto a Casa da Calçada, em Amarante, abre em dezembro de 2024.

À data de hoje, as perspetivas para 2024 são “muito boas”, refere Margarida Almeida, embora com alguma cautela. “Com este crescimento orgânico que temos, estamos muito acima do volume de reservas que tivemos no ano passado, muito em linha com nosso objetivo. Não fazemos budgets muito agressivos para conseguir atingir os objetivos dos nossos clientes, que são nossos investidores e, à data de hoje, as expectativas para 2024 são excecionais, mas vivemos uma conjuntura internacional com duas grandes guerras que para já parecem limitadas, mas que de hoje para amanhã podem alterar toda a configuração geopolítica e mandar-nos para sítios para onde o COVID nos mandou. Sou sempre muito cautelosa”.

Com 23 hotéis em operação e mais 16 projetos em desenvolvimento, Margarida Almeida confirma que continuam a receber propostas. Garante que a empresa vai apenas manter o modelo de gestão de unidades. “É mais difícil crescer com este modelo, mas o arrendamento não é o nosso caminho. Queremos que todos os hotéis estejam em paridade, somos a entidade gestora em todos, consideramos que a paridade é fundamental no tratamento dos projetos, para que os proprietários estejam em igualdade de circunstâncias”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img